| ASSINE | ANUNCIE
| | | |

rotary.jpg
ESPAÇO DO
Confira aqui as últimas notícias

DIVERSIDADE FAZ PARTE DOS VALORES DE ROTARY

É claro que não sabemos o que a nova década nos trará, mas seja o que for, devemos estar sempre conscientes de nossa responsabilidade.  

No Rotary defendemos valores de igualdade, tolerância e paz.

Atualmente tolerância é o assunto relevante em muitas partes do mundo. O Rotary não é político e deve continuar assim, porém quando as coisas não vão bem, não podemos ignorá-las, devemos nos manifestar.

Defendemos os nossos valores e a Prova Quadrupla, já que somos julgados não só pelos nossos resultados, mas também pela nossa atitude, declarou Holger Knaack, em 25 de janeiro de 2020, quando ainda era apenas o Presidente eleito do RI.

Há um ano atrás quando se dirigia aos participantes da Assembleia Internacional em São Diego, Estados Unidos. Poucos poderiam imaginar que estas palavras eram proféticas e se concretizariam três meses depois.

Em 25 de maio, o afrodescente George Floyd, morreria em Minneapolis, no Estado de Minnesota, numa intervenção policial por supostamente ter passado uma cédula falsa.

A morte dele desencadeou uma série de protestos pelo mundo afora, caracterizando um momento em que as nações começaram a fazer um exame de consciência.

No início de seu discurso, Holger, o primeiro alemão eleito para o cargo mais alto do Rotary, voltou 100 anos no tempo, reconhecendo os problemas que acabariam engolindo o seu próprio país.

Aprendemos muito sobre outras culturas nesta Assembleia e enfatizamos a necessidade de sermos mais tolerantes, disse ao público na salão das plenárias.

Atravessamos o limiar de uma nova década, que há 100 viria a ser conhecida como os loucos anos 20.

Mas enquanto o mundo olhava para si mesmo, Holger insistia que as ações do Movimento Vidas Negras Importam nos Estados Unidos, eram essencialmente diferentes do que acontecia em outras partes do gobo.

Não é em todos os lugares que encontramos racismo, mas certamente encontramos discriminação e, combatê-la seja for a forma que ela assumir, sugere ele, destacando que a discriminação se apresenta de formas diferentes dependendo do país e da cultura.

Não interessa se é no Japão, na India, no Reino Unido, nos Estados Unidos ou na Alemanha, ou qualquer outro lugar, a discriminação vai diferir, porisso dependendo da história da região e de como e quando o preconceito teve início. cada país deve examinar sua própria história para distinguir a propria discriminação existente.

Para nim, a diversidade não é uma lista de desejos para um Clube rotário, ela faz pate de nossos princípios fundamentais, ressalta o Presidente.

Holger está ciente que alguns Club´s podem se sentir desconfortavies abordar este assunto, por entender que é político, mas a sétima área de enfoque o meio ambiente, pode ser o espaço para isto.

Estamos em busca de direções para fazermos a coisa certa. Não é tarde demais. Gostaria muito de mostrar aos Rotary Club´s de colocarem isto em prática, que se encaixe em seu país e cultura.

Autor: Dave King, editor da Revista Rotary na Grã-Bretanha, publicado na Revista Rotary Brasil, dezembro/2020

   VENHA COMPARTILHAR O NOSSO TRABALHO

Reuniões todas as terças-feiras, às 20 horas no Rau ls Hotel

Acesse www.rotarygaspar.org.br