| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
ELEIÇÕES 2022

MDB vai compor chapa com Moisés nas eleições deste ano

Partido anunciou na noite desta segunda-feira (2), o nome do ex-prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli


Lunelli e o governador Moisés já haviam se encontrado na semana passada, quando definiram a aliança / FOTO DIVULGAÇÃO

O MDB não terá candidato próprio ao Governo do Estado nas eleições deste ano. Essa era a tendência e acabou oficialmente se confirmando na noite desta segunda-feira (20). O maior partido político do estado vai indicar o pré-candidato a vice, o ex-prefeito de Jaraguá do Sul, o empresário Antídio Lunelli, na aliança firmada pelo partido com o candidato à reeleição ao governo do estado, Carlos Moisés (Republicanos). Dividido desde que lançou três pré-candidatos ao governo do estado, o MDB vinha há meses protagonizando debates e divergências internas sobre lançar ou não pré-candidato ao governo do estado. Agora o partido tenta reunificar as principais lideranças em torno de Lunelli, que renunciou à prefeitura de Jaraguá do Sul para se lançar pré-candidato ao governo do estado. O entendimento da executiva estadual é que o ex-prefeito de Jaraguá do Sul, mesmo não sendo um nome de consenso para o governo do estado, é a liderança capaz de unir o partido e também trazer o apoio de outros segmentos da sociedade à reeleição do governador Moisés.

Segundo o MDB, o empresário, que há mais de um ano vinha percorrendo o interior de Santa Catarina, já estava defendendo a necessidade de buscar a unidade dentro do MDB, e aceitou a indicação. "Vamos trabalhar unidos para reeleger o governador e contribuir com Santa Catarina. Ninguém mais do que eu se doou pela candidatura própria, mas o cenário mostrou que essa não é a melhor possibilidade no momento. Decisão tomada, o MDB e o Moisés podem contar comigo, estarei em campanha dia e noite. O meu sonho e do MDB de voltar a ser protagonista não acabou, ficou para 2026", disse Lunelli.

Nas próximas semanas, além de intensificar as agendas com Carlos Moisés, Lunelli diz que quer conversar com seus apoiadores e buscar o engajamento de todos.

A última vez que o MDB não indicou candidato ao governo do estado foi na eleição de 2014, quando o partido se manteve como vice na chapa do então candidato à reeleição Raimundo Colombo. Antes disso, o partido governou o estado de 2003 a 2010, com o Luiz Henrique da Silveira (falecido em 2015).

Vaga ao Senado

Ainda sobre a indicação do candidato ao Senado, os líderes emedebistas agendaram nova reunião para o próximo dia 27, na Capital. Na oportunidade será definido o nome da sigla para a vaga. Duas lideranças concorrem para a vaga: os deputados federais Carlos Chiodini e Celson Maldaner, este último o presidente estadual do partido.



LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |