| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
VISITA

Em tom de pré-campanha, Bolsonaro participa da Marcha para Jesus em Balneário Camboriú

Presidente disse que tem ao seu lado um exército de 200 milhões de pessoas


IMAGEM REPRODUÇÃO REDE SOCIAL JAIR MESSIAS BOLSONARO

O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez mais uma visita a Santa Catarina. Neste sábado (26), o presidente, a primeira-dama, Michele Bolsonaro, e comitiva participaram da Marcha para Jesus, evento evangélico, nas areias da praia central de Balneário Camboriú. Desde as 6 horas da manhã, apoiadores já buscavam espaço na areia e nas calçadas para acompanhar a chegada do presidente. Sob forte esquema de segurança, Bolsonaro desembarcou no Aeroporto Internacional de Navegantes por volta das 9 horas da manhã e seguiu rapidamente para a cidade de Balneário Camboriú, onde uma multidão já o aguardava. Nas águas da praia central também havia um grande número de pessoas motorizadas com jets skis. Muitos apoiadores vestiam verde-amarelo e carregavam a bandeira do Brasil. Nos prédios da orla da praia, os moradores enfeitaram as sacadas com o verde-amarelo. Bolsonaro pisou na areia da praia por volta das 10 horas da manhã, quando iniciou a Marcha para Jesus. A ideia era que ele percorresse todo o trajeto - até próximo à roda gigante Big Wheel a pé, porém, isso não foi possível por causa da multidão que o cercou.

Por questão de segurança, o presidente embarcou então em um veículo e concluiu o trajeto em cerca de 45 minutos e se dirigiu ao palco montado junto à Praça Almirante Tamandaré, onde discursou à multidão por cerca de 15 minutos. Em tom de pré-campanha eleitoral, Bolsonaro voltou a falar sobre a luta entre o bem e o mal, conclamando o povo a lutar ao seu lado. Ele também reafirmou ser contra o aborto e a ideologia de gênero. "A minha chegada à Brasília tirou da zona de conforto quem queria o mal do nosso País", afirmou. Sem citar nomes, o presidente disse que "Eles se uniram, solapam a nossa democracia, nos acusam do que eles verdadeiramente são, se julgam os donos da verdade, acham que podem tudo até mesmo nos escravizar". O presidente voltou a pregar o uso de armas, para que o povo não seja escravizado. "Vendas as suas capas, comprem espadas, está naquele livro que nós chamamos de Bíblia Sagrada", justificou. Bolsonaro disse que a sua chegada ao Executivo serviu para mostrar ao povo o que representa cada um dos três poderes e acrescentou: "Sempre tenho falado das quatro linhas da Constituição. Tenham certeza, se preciso for, e cada vez mais parece que será preciso, nós tomaremos as decisões que devam ser tomadas, porque cada vez mais eu tenho um Exército que se aproxima dos 200 milhões de pessoas nos quatro cantos deste Brasil". O presidente finalizou dizendo que o maior valor é a família e que acredita no povo e em Deus. A comitiva presidencial almoçou com correligionários, apoiadores e empresários. Por volta das 14h, deixou a cidade litorânea em direção ao aeroporto de Navegantes onde o avião presidencial decolou por volta das 14h54min.


LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |