| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Prevenção

Novembro Azul chama atenção para saúde do homem

Apenas em 2019, mais de 60 mil homens foram diagnosticados com câncer de próstata no Brasil, sendo que em torno de 16 mil morreram da doença

Os homens, nas sua maioria, são muito mais resistentes aos exames preventivos

O mês de novembro já é tradicionalmente conhecido pela campanha "Novembro Azul", que teve início em 2003 na Austrália. No Brasil, o mês dedicado à conscientização e prevenção das doenças masculinas, em especial o câncer de próstata, chegou em 2008.

Apesar de ainda ser tabu entre os homens, o período de campanha se faz tão importante porque, conforme informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Em 2020, o Inca estimou 65.840 novos casos da doença, o que corresponde a 29,2% de tumores incidentes no sexo masculino. O Atlas da Mortalidade por Câncer, em levantamento feito em 2019, contabilizou 15.983 mortes em decorrência da doença naquele ano.

Em Santa Catarina foram diagnosticados 1.720 novos casos de câncer de próstata em 2020, segundo a Inca. O Estado ocupou o 12º lugar no ranking nacional por número absoluto. Além disso, o câncer de próstata é o segundo tipo que mais causa mortes em homens em Santa Catarina desde 2010, ficando atrás apenas do câncer de pulmão.

Apesar dos números altos, o médico Urologista do Hospital Santo Antônio, em Blumenau Juliano Spada, destaca que quando descoberto no início as chances de cura são altas. "A chance de cura do câncer de próstata descoberto em fases iniciais ultrapassa 90%", diz. Porém, ele ressalta que o homem deve procurar o médico para fazer o rastreamento da doença. "O exame é recomendado para todos os homens a partir dos 50 anos de idade e para os homens que tem histórico familiar de câncer de próstata, raça negra ou obesidade a partir dos 45 anos de idade É muito importante a gente incentivar as pessoas a procurarem e prevenirem o desenvolvimento e aparecimento de doenças que são evitáveis. Para as doenças que não são evitáveis, é importante que a gente incentive o diagnóstico em fase precoce para que o tratamento tenha mais efetividade".


Diagnóstico precoce

O doutor Juliano Spada lembra que o câncer de próstata em fases iniciais não apresenta sintomas. "É uma doença indolente e que a pessoa não sente nada". Por isso ele ressalta a importância de se fazer a busca ativa da doença. A investigação ativa pode ser feita por meio de exames clínicos e laboratoriais, como o toque retal e o exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico).

Já em estágios mais avançados, o câncer de próstata pode apresentar sintomas. "Estágios mais avançados podem dar sintomas locais como dor para urinar, urina ficar trancada, dificuldade pra urinar, vontade de urinar várias vezes, dor na região da pelve e, em casos de doença avançada e metastática, dor óssea, se a metástase for para os ossos, emagrecimento, entre outros sintomas de doença avançada", destaca.


Preconceito em torno da doença

Os meses de conscientização são importantes porque colocam luz a assuntos que muitas vezes não são debatidos no dia a dia. O câncer de próstata, por exemplo, ainda é uma doença cercada de preconceitos e resistência por parte dos homens em procurarem ajuda médica. Para o Urologista Juliano Spada, a melhor forma que quebrar o preconceito é com informação. "Para quebrarmos o preconceito em relação às doenças prostáticas, em relação ao homem ir ao médico, a melhor coisa é a informação. Pessoas bem informadas se sentem tranquilas e seguras para buscar orientação. Também é preciso sempre ter o cuidado de procurar orientação de um médico especialista na doença", conclui.


Gaspar/Secretaria da Saúde promove ações


O símbolo da campanha que incentiva os homens a cuidar da saúde


Para estimular os homens a cuidarem da própria saúde, a Prefeitura de Gaspar, por meio da Secretaria de Saúde, integra á campanha Novembro Azul, mobilização mundial em prol da saúde e prevenção masculina. Durante o mês serão realizadas diversas ações voltadas a esse público.

Haverá orientações a todos os homens que chegarem para atendimento na policlínica, com entrega de folders e informações sobre o câncer de próstata. Além disso, será reforçado o atendimento nas unidades de saúde, com orientações sobre a saúde do homem, testagem rápida de HIV, hepatites e Sífilis, processos para vasectomia, vacinas e outros atendimentos exclusivo para esse público.

Aos servidores da secretaria de Obras e Serviços Urbanos, com idade acima de 50 anos, será ofertado o exame antígeno prostático específico (PSA) e, após o resultado, os servidores terão avaliações com Urologistas do município.

A secretária de Saúde, Silvania Janoelo dos Santos, destaca a importância do mês. "O trabalho é feito todos os dias, mas o mês de novembro é um marco, onde chamamos a atenção para a saúde do homem. Os números mostram que a doença está aí e eles precisam fazer os exames de prevenção, além de cuidar da saúde de uma forma geral", destacou.


"Estágios mais avançados podem dar sintomas locais como dor para urinar, urina ficar trancada, dificuldade pra urinar, vontade de urinar várias vezes, dor na região da pelve e, em casos de doença avançada e metastática, dor óssea, se a metástase for para os ossos, emagrecimento, entre outros sintomas de doença avançada", Juliano Spda - médico Urologista. 





LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |