| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
BALANÇO 2021

Rodovias federais de SC registram o menor número de mortes em 26 anos

Relatório de 2021 foi divulgado nesta quarta-feira (12) pela Polícia Rodoviária Federal em SC


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Santa Catarina registrou menos mortes nas rodovias federais do estado em 2021. De um total de 7.880 acidentes, 357 pessoas perderam a vida. Isto representa 6,5% a menos na comparação com 2020, quando 382 pessoas morreram. De acordo com a PRF/SC, este é o menor número de mortes em rodovias federais do estado dos últimos 26 anos no estado.

Outras 8.691 sofreram ferimentos leves ou graves. Na comparação com 2020, a PRF identificou um aumento de 9,2% no número de acidentes e de 5,1% no de pessoas feridas. Sobre o número de acidentes, a PRF/SC esclareceu que desde julho de 2015 ocorrências sem vítimas e com apenas poucos danos materiais passaram a ser registradas pelo próprio usuário por meio da internet (Declaração de Acidente de Trânsito Eletrônica - EDAT).

A BR-101 segue sendo a rodovia federal com mais mortes em Santa Catarina, com 129 vidas perdidas, seguida da BR-282 com 87. A BR-470, que corta o Vale do Itajaí, aparece em terceiro, com 69 mortes. Para fins de estatísticas, são considerados apenas os óbitos confirmados no local do acidente, porém, sabe-se que muitas pessoas morrem nos hospitais.

 

Imprudência

Embora o cenário de pandemia e isolamento social, o ano de 2021 foi de muita imprudência nas rodovias federais de SC. A PRF flagrou 3.594 motoristas dirigindo sob efeito de álcool. Também foram multados 12.210 condutores realizando ultrapassagem em local proibido, 5.817 foram multadas por dirigir falando ao telefone celular. Estas são consideradas as três infrações de trânsito mais comuns.

Os policiais rodoviários verificaram ainda que 21.112 pessoas que não estavam usando o cinto de segurança e 1.154 transportavam crianças sem o uso da cadeirinha própria.

Outra infração comum é o transporte de carga acima do peso. De acordo com a PRF, foram mais de 3 milhões e 320 mil quilos de excesso de peso em veículos de carga e que foram retirados das rodovias federais de Santa Catarina.



Criminalidade

Na área criminal, a PRF em SC bateu o recorde de apreensão de maconha, com 80,6 toneladas. Também foram apreendidos 1,2 tonelada de cocaína/crack, 13.415 comprimidos de ecstasy/anfetaminas e 47 mil litros de bebidas alcoólicas importadas irregularmente.

A PRF recuperou ainda 364 veículos roubados, média de quase um por dia, e 2.506 pessoas foram detidas por crimes diversos nas rodovias federais do estado.






LEIA TAMBÉM