| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
COMUNIDADE

BR-470: DNIT anuncia redutores de velocidade no ponto de travessia da Albertina Maba

Essa medida é imediata, já em curto prazo o órgão promete instalar duas lombadas eletrônicas

FOTOS ARQUIVO JORNAL METAS

O trecho é de intenso movimento de pedestres e os veículos circulam a velocidade média de 100km/h

O protesto dos moradores da margem esquerda no último sábado (20) produziu o primeiro resultado prático. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) anunciou duas mudanças imediatas para tentar dar mais segurança na travessia de pedestres e ciclistas no quilômetro 35 da BR-470, em Gaspar. O superintendente do DNIT em Santa Catarina, Ronaldo Carioni, fez contato com o presidente da Câmara de Vereadores de Gaspar e morador do bairro, Francisco Solano Anhaia, o Chico Anhaia.

De acordo com Carioni, duas medidas serão tomadas de imediato. Pintura nas pistas de rolamentos e instalação de material (tachões) para a redução de velocidade. Além disso, serão colocadas placas indicativas de velocidade máxima 60 km/hora.

A curto prazo, o DNIT promete instalar redutores eletrônicos de velocidade nos dois sentidos da rodovia, porém, o superintendente explicou que, no momento, o órgão, em Brasília, não dispõe de nenhum equipamento. Por isso ele pediu um prazo até março do próximo ano para instalar o equipamento. "Ele explicou que depende da empresa de licitação que faz o trabalho de deslocamento dos equipamentos de um local para outro, como é final de ano, pode dar algum contratempo, por isso pediu este prazo", esclareceu Anhaia.

De acordo com o vereador, o superintendente do DNIT não descartou a implantação de uma passarela a longo prazo. "O DNIT fará um sondagem técnica no local, e pode incluir a passarela no orçamento da obra".

Carioni prometeu que o DNIT irá enviar um ofício à Associação de Moradores da Rua Pedro Simon e Adjacências se comprometendo em executar essas mudanças.


Protesto no sábado reuniu cerca de 150 moradores do bairro Margem Esquerda

Entenda a reivindicação

O pedido de uma passarela na Rua Albertina Maba, que inicia de um lado da BR-470 e termina do outro, é uma reivindicação antiga. Dezenas de moradores precisam atravessar diariamente a rodovia. Na época do projeto de duplicação, os moradores reivindicaram a passarela, mas não foram atendidos. Ofícios e até um abaixo-assinado, contendo 700 assinaturas, foi enviado ao órgão, em Florianópolis. No último dia 8 de novembro, um grave acidente matou três moradores - duas mulher e um homem - da Albertina Maba. Eles foram atropelados quando tentavam atravessar a BR-470. Revoltadas. Indignados com o descaso do DNIT, cerca de 150 moradores foram para a beira da rodovia protestar no último sábado.


O vereador e presidente do Legislativo Gasparense, Francisco Solano Anhaia, o Chico




LEIA TAMBÉM