| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Celebração.

Corpo de Bombeiros Militar de Gaspar completa 20 anos

Data foi marcada por evento com a presença de autotridades muncipais, regionais e estaduais

Já se passaram duas décadas e o corpo Corpo de Bombeiros Militar de Gaspar se tornou uma das principais instituições de serviço do município. Um compromisso diário de salvar vidas, e foram muitas as vidas salvas ao longo destes 20 anos. A instalação oficial do Corpo de Bombeiros foi no dia 31 de julho de 2002. Nesta sexta-feira (30), véspera da data, o comando da corporação reuniu autoridades, entre elas o prefeito Kleber Wan-Dall; o Coronel da PM Viana, comandante da RPM; o Tenente Coronel Cameu, comandante do do 3ºBBM; Tenente Coronel Alexandre Pimentel e Major Daminelli, do 3ºBBM; Tenente da PM Alex Matias, comandante da PM Gaspar; Capitão Renan César, Comandante da Cia BM Timbó, além de vereadores e secretários integrantes da corporação e a comunidade em geral para celebrar os 20 anos de instalação.

A solenidade foi marcada por discursos e homenagens, com entrega de medalhas aos militares e do título honorífico "Amigo do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina". Os civis agraciados foram José Altino Comper, diretor-presidente da Círculo, e Ana Janaína Medeiros de Souza, Superintendente de Defesa Civil de Gaspar. O evento também foi marcado por promoção de de Bombeiros Comunitários e promoção de bombeiros militares (Soldados 1ª Classe).

A história

O Corpo de Bombeiros Militar em Gaspar iniciou os trabalhos no município, oficialmente, em 31 de julho de 2002. Naquela data foi realizada uma solenidade no quartel da Polícia Militar de Gaspar, local que serviu de base para o CBMSC por três anos. Foi um momento histórico e que também marcou o início da formação da primeira turma de bombeiros comunitários.

No início, eram apenas nove bombeiros militares. O primeiro comandante foi o então 3º Sgt Evandro de Mello do Amaral. Para realizar os atendimentos, a frota era composta por apenas três viaturas: uma de combate a incêndio e resgates; uma ambulância e uma para realizar serviços administrativos.

Em 2006, o quartel foi transferido para uma estrutura às margens da Avenida Duque de Caxias, onde permaneceu por sete anos. Este foi um momento difícil para a guarnição, pois a estrutura física - principalmente de alojamento - não era a mais adequada.

E foi justamente durante esse período que o Corpo de Bombeiros de Gaspar enfrentou um dos mais árduos trabalhos da sua história: a tragédia climática de 2008. Não foram apenas prejuízos materiais, mas também a perda de vidas. Este fato, porém, acabou por elevar a capacidade de resposta da corporação para além dos limites.

Após a tragédia, em 2013, outra mudança de endereço. A sede passou para a rua Dr. Nereu Ramos, no bairro Coloninha, prédio cedido pela Lince. Em 2014, outro fato marcante e que é sempre lembrado pelos militares. O grave acidente que interrompeu a vida do colega de farda Maurício da Silva Valls, durante o atendimento a uma ocorrência na BR-470. O militar nunca mediu esforços para atender bem a população e deixou saudades aos seus companheiros e familiares. Hoje, o OBM leva seu nome, como forma de preservar a sua memória, e conta com um memorial dedicado à sua história na sede do CBMSC.

Após tantas mudanças de endereço, enfim, em 2017, um grande passo foi dado e o Corpo de Bombeiros de Gaspar inaugurou sua sede própria, na Avenida Olga Wehmuth, no bairro Sete de Setembro, ao lado do quartel da Polícia Militar. O custo total da obra foi de aproximadamente R$ 900 mil, custeada pelo Governo do Estado. A sede tem alojamento, refeitório, salas administrativas e de logística e uma área coberta para os veículos. São dois pisos distribuídos numa área de 650m².


Atualmente, o 3º Pelotão de Bombeiros Militar em Gaspar é comandado pelo 1º Tenente BM Levi Garcia Ribeiro e conta com um efetivo de 20 bombeiros militares. Ao longo dos 20 anos, foram formados um total de 205 Bombeiros Comunitários na OBM de Gaspar, e atualmente 25 bombeiros comunitários permanecem ativos no serviço voluntário.

A OBM possui hoje seis viaturas operacionais, sendo 01 (um) caminhão de combate a incêndio, um caminhão tanque de apoio, duas ambulâncias e duas viaturas com tração quatro por quatro. Possui, ainda, quatro viaturas administrativas e dispõe de uma série de equipamentos e ferramentas para os mais diversos atendimentos. Além disso, conta com o apoio operacional dos quartéis vizinhos, graças à capilaridade do CBMSC no Estado, além da unidade do Batalhão de Operações Aéreas sediada em Blumenau, garantindo o atendimento de ocorrências complexas com o apoio da aeronave Arcanjo-03.

Com o decorrer dos anos, muitos acontecimentos marcaram nossa história, como acidentes, grandes incêndios, resgates complexos, atos cívicos, cursos ministrados e diversos projetos sociais. "Sejam momentos felizes, em que vidas foram salvas ou mesmo naqueles tristes, em que foram perdidas, a missão sempre foi executada com o máximo empenho e paixão de nossos bombeiros", enfatiza o comandante Levi.

Os militares homenageados

- Medalha Mérito De Serviço De Atendimento Pré-Hospitalar:

- 1º Ten BM Diego Medeiros Franz (3ºbbm - Blumenau)

- Medalha De Mérito Bombeiro Militar, Categoria Ouro: Subtenente BM Rr Ctisp José Amarildo Azevedo.

- Medalha De Mérito Por Tempo de Serviço, Categoria Prata (20 Anos): 3° Sargento BM Fabiano Jovinski

- Medalha De Mérito Bombeiro Militar, Categoria Bronze: Cabo Bm Luciano Rominhuk


Imagens

LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |