| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
SONEGAÇÃO

Fazenda vai investigar mais de 3,2 mil empresas que caíram no Malhas Fiscais

Aplicativo foi criado, em 2020, para combater a sonegação fiscal

Alexandre Melo

A Secretaria de Estado da Fazenda (SEF/SC) deu início a mais de 3.200 fiscalizações de empresas que não corrigiram as inconsistências identificadas no aplicativo Malhas Fiscais. Lançada em setembro de 2020, a ferramenta tem como objetivo otimizar os trabalhos no combate à sonegação fiscal, buscando valores que foram omitidos do Fisco e a regularização de pendências fiscais. O sistema, desenvolvido pelo Grupo Especialista em Planejamento Fiscal (GPLAM), faz parte do plano de ações da Diretoria de Administração Tributária (DIAT). "O Malhas Fiscais trabalha de maneira orientativa, oportunizando a autorregularização. A Fazenda deu prazo para esclarecimentos e regularização espontânea", afirmou a diretora da DIAT, Lenai Michels. Finalizado o prazo, como as inconsistências de diversas empresas persistiram, foram instauradas todas essas fiscalizações, para cobrança de imposto e aplicação de multas e jur



LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |