| ASSINE | ANUNCIE
| | | |

RECEPTAÇÃO

Quase 17 toneladas de malha são apreendidas em Ilhota

07 Março 2019 16:52:00

Mercadoria, encontrada em um galpão no Baú Baixo, estava sem identificação e sem nota fiscal


Polícia chegou até o galpão após denúncias / Foto: João Guilherme Simon - Jornal Metas/

dois homens, que não tiveram a identidade revelada pela polícia, foram presos em flagrante na quinta-feira (7), em Ilhota, após serem flagrados com rolos de malha roubados. Segundo informações da Polícia Militar, o produto foi localizado em um galpão às margens da estrada geral do bairro Baú Baixo, próximo ao Supermercado Pedrinho. Os policiais chegaram até o produto após receber uma denúncia, que dava conta de que, no referido galpão, havia movimentação suspeita de veículos, com carros entrando e saindo do local durante à noite. O denunciante informou ainda que, na manhã de quinta-feira (7), parte da mercadoria teria sido carregada em uma Mercedes-Benz Sprinter. Os policiais foram até o local e conseguiram abordar o veículo próximo ao galpão.

No interior da Sprinter, foram localizados mil quilos de malha, que estavam com a identificação suprimida e sem nota fiscal. Os ocupantes do veículo não souberam informar aos policiais onde iriam descarregar a mercadoria. A PM se deslocou então até o galpão, onde foram localizadas o restante do produto, totalizando 16 toneladas e 680 quilos de malha. Um caderno com a contabilidade das operações também foi apreendido.

O galpão era alugado e o locatário do espaço, que estava no local no momento da chegada dos policiais, não apresentou as notas fiscais da mercadoria. Ele teria dito à PM que a carga foi negociada por telefone e entregue no galpão pelo valor de R$150 mil. Porém, ele não informou quem vendeu os rolos de malha e nem a procedência da mercadoria. Diante dos fatos, ele e o filho - que não tiveram as identidades reveladas - foram levados à delegacia de Gaspar para os procedimentos necessários.

Malha roubada 

De acordo com informações do delegado Raphael Ikawa Lanzeloti, eles foram autuados em flagrante pelo crime de receptação qualificada. Após pagarem fiança, eles foram liberados e responderão ao processo em liberdade. "Eles falaram que iriam revender a carga", afirma o delegado. A Polícia Civil e a equipe do Instituto Geral de Perícias (IGP) também estiveram no galpão. Após investigação, foi descoberto que a mercadoria havia sido roubada no sábado (2), da Malhas Soft, localizada no bairro Passo Manso, em Blumenau. Segundo informações da Polícia Civil, uma etiqueta da empresa foi encontrada no galpão. A carga estava avaliada em cerca de R$500 mil.



Mercadoria estava com a identificação suprimida e sem nota fiscal / Foto - Divulgação PM/



   




LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |