| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
ASSALTO NO AEROPORTO

Polícia confirma que bandidos utilizaram armamento de guerra

15 Março 2019 19:12:00

Munição .50, restrita às Forças Armadas, foram usadas em fuzis AK-47


Foto: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí - Divulgação/


Um assalto milionário ocorrido no Aeroporto Quero-Quero, em Blumenau, mobiliza as equipes da Polícia Civil de Santa Catarina (SC). O roubo, que aconteceu na tarde de quinta-feira (14), é considerado pelas autoridades um dos mais ousados e bem planejados nos últimos anos no estado. A ação cinematográfica - e violenta - dos bandidos resultou na morte de uma jovem, de 22 anos. Edivânia Maria de Oliveira trabalhava em uma empresa têxtil vizinha ao aeroporto e foi vítima de bala perdida.

Tudo aconteceu por volta das 15h30min, quando duas caminhonetes blindadas - uma BMW X5 e uma Dodge Journey - invadiram a pista de pouso e decolagem. No local, havia uma aeronave de transporte de valores e dois carros-fortes. Houve troca de tiros entre os assaltantes e os profissionais da Brinks Logística de Valores e os dois motoristas dos carros-fortes foram baleados. Eles sofreram graves ferimentos nas pernas e foram levados ao Hospital Santa Isabel. Os criminosos conseguiram fugir e abandonaram os veículos logo depois, no bairro Vila Itoupava. As caminhonetes estavam camufladas, em meio a um matagal.

Na sexta-feira (15), a Polícia Civil confirmou que a quadrilha utilizou armamento comum em guerras e ataques antiaéreos: munições .50 (de uso restrito das Forças Armadas) foram disparadas contra a aeronave, os carros-fortes e prédios próximos. A munição foi usada em fuzis AK-47, posicionados no interior da BMW, que teve o banco traseiro retirado.

Reforço 

A investigação está sendo comandada pelo delegado Regional de Blumenau, Egidio Maciel Ferrari, e as equipes locais receberam o reforço da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). O delegado geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Paulo Norberto Koerich, também acompanha o caso. "Repudiamos o episódio e asseguramos que todos os recursos e esforços da instituição estão sendo empreendidos para a mais rápida elucidação das circunstâncias do crime e a prisão dos criminosos", disse. Até agora, nenhum dos delegados soube informar a quantia roubada da aeronave. Detalhes da investigação também não foram repassados para não atrapalhar os trabalhos.




LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |