| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
VIOLÊNCIA

Civil prende suspeitos de assassinato no Óleo Grande

A mandante seria uma familiar, que afirmou sofrer abuso sexual da vítima


José Célio (detalhe) foi morto dentro de sua casa / Foto: Arquivo Jornal Metas /

Policiais civis da equipe do Setor de Investigações e Capturas da delegacia de Gaspar prenderam nesta terça-feira (10) uma mulher apontada como sendo a mandante do assassinato de José Célio Fantoni, morto dentro de sua própria casa, no dia 29 de janeiro deste ano. Segundo informações, a suspeita é parente da vítima. Durante interrogatório, ela confirmou à polícia que sofria violência sexual por parte de José, mas negou que tenha ordenado seu assassinato. Contra ela, havia um mandado de prisão e a mulher foi encaminhada ao Presídio de Itajaí, onde ficará à disposição da justiça. 

 De acordo com a Polícia Civil, a investigação da equipe do SIC chegou a outros dois suspeitos de participação no crime. Após levantamento das características do veículo utilizado na noite do homicídio, a polícia conseguiu identificar o proprietário, sendo então representada por sua prisão temporária, cumprida no dia 9 de fevereiro.

Em depoimento, o homem confessou o assassinato e deu detalhes do crime à polícia. Ele confirmou, inclusive, a tentativa de simular o latrocínio, mas que a verdadeira intenção não era subtrair nada da vítima e nem de sua residência. O único objetivo era matar José Célio. O suspeito disse que foi até a casa da vítima junto com seu cunhado, que estava foragido do Presídio Regional de Blumenau, a mando de uma familiar de José Célio, que relatou a eles estar sofrendo abusos sexuais e queria que ele morresse. O outro suspeito, que teria realizado os disparos de arma de fogo, também já está preso.  

A Polícia Civil não descarta a participação de outras pessoas no crime e, por isso,  as investigações continuam.

O crime

José Célio Fantoni, 51 anos, foi morto na madrugada do dia 29 de janeiro, por volta da 1h, em uma simulação de tentativa de assalto à sua residência na rua João Schwartz, na localidade do Óleo Grande. Ele foi atingido por quatro disparos de arma de fogo na cabeça e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local. A filha que morava com pai contou à polícia que escutou os criminosos exigirem dinheiro de seu pai antes de dispararam os quatro tiros.As polícias Civil e Militar foram acionadas e encontraram a casa completamente revirada e a motocicleta da vítima tombada no chão, próximo ao portão da residência. Vizinhos relataram aos policiais que os criminosos fugiram em um Fiat Uno de cor escura. 

LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |