| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
INVESTIGAÇÃO

Civil identifica suspeito de pedofilia e apreende material

15 Fevereiro 2019 17:05:00

Homem, de 44 anos, teve o computador apreendido na tarde desta sexta-feira (15), em Gaspar

Kássia Dalmagro - jornalismo2@jornalmetas.com.br


No computador, foram encontrados vários vídeos e fotografias / Foto: Divulgação/PC/


Após dois meses de investigação, policiais civis da Comarca de Gaspar conseguiram chegar na identidade de um homem, de 44 anos, suspeito pelo crime de pedofilia. Na sexta-feira (15), a equipe do Setor de Investigação e Capturas da delegacia cumpriu um mandado de busca e apreensão em sua residência, no bairro Gasparinho. Na casa, os policiais encontraram e apreenderam um computador no qual estava salvo uma grande quantidade de material pornográfico, envolvendo crianças e adolescentes. A investigação que resultou no mandado, conforme explica o delegado Bruno Effori, teve como objetivo apurar a prática de pedofilia por meio da internet, principalmente em relação à troca, disponibilização e transmissão de fotografias pornográficas e vídeos com cenas de sexo explícito. "Após investigações, conseguimos identificar a origem do compartilhamento deste material e chegar até o suspeito", ressalta Effori.

O homem, que não teve a identidade revelada pela polícia, também foi conduzido à delegacia e, de acordo com o delegado, durante o interrogatório ele confessou a prática do crime. "Ele confirmou que baixa este tipo de material de alguns provedores da internet e que também compartilha o conteúdo com outros internautas. Até agora não foi possível afirmar se ele produz o conteúdo mas, ao que tudo indica, não. Ele utiliza o material já pronto para se satisfazer", explica. O suspeito disse fazer isso há cerca de três anos. O crime, segundo o delegado, está previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e a pena é de três a seis anos de reclusão, mais multa.

O compartilhamento deste tipo de material, conforme explica o delegado Effori, é feito em grade parte por meio de softwares específicos que os pedófilos possuem para a troca do material. "É como se fosse uma deep web, que são redes que fazem parte da internet, mas que não estão associadas aos mecanismos de buscas naturais, como por exemplo o Google. O conteúdo fica oculto para o grande público então, nós, com as técnicas de investigação que possuímos, conseguimos identificar e rastrear esses conteúdos e quem são os usuários que se beneficiam deles", ressalta.

Segundo a Polícia Civil, é um tipo de crime que não encontra fronteiras - internautas que não se conhecem conseguem compartilhar estes tipos de arquivos livremente e sem custos. "O combate é feito por meio de denúncias, monitoramento e implementação de ferramentas de inteligência", afirma o agente de Polícia Civil e investigador, Eduardo Schramm.

Prevenção  

Este crime apurado pela Polícia Civil em Gaspar teve como foco a pedofilia que acontece na internet, mas os abusos também são registrados constantemente no mundo real. Por isso, é importante que os pais estejam atentos a algumas orientações preventivas básicas, a fim de proteger os filhos das investidas de pedófilos. O delegado Effori chama a atenção para algumas delas. "O monitoramento de computadores e celulares pode parecer uma invasão de privacidade mas é uma medida preventiva que vai surtir efeito. Os pedófilos investem justamente ofertando bajulações que, na inocência das crianças, elas não conseguem identificar a má fé, algo que o adulto já identificaria de imediato", ressalta. O delegado também defende o fortalecimento da confiança entre pais e filhos. "Se isso não existir, na menor situação de risco o filho vai ter vergonha e toda a cadeia de prevenção ficará prejudicada", diz. Outra orientação é sempre observar o comportamento dos filhos, ficar atento se ele não se torna agressivo ou introspectivo de uma hora para outra, além de prestar atenção em marcas ou lesões foram do comum que possam aparecer no corpo.




LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |