| ASSINE | ANUNCIE
| | | |

rotary.jpg
ESPAÇO DO
Confira aqui as últimas notícias

Rotary e a criação das Nações Unidas - ONU*

O Rotary e a Organização das Nações Unidas (ONU) têm um histórico compartilhado de trabalho em prol da paz e de questões humanitárias em todo o mundo.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Rotary informou e instruiu seus associados sobre a formação da ONU e a importância do planejamento para a paz. Materiais como o livro "From Here On!" (Daqui para a Frente, em tradução livre) e artigos da revista The Rotarian ajudaram os associados a conhecer a ONU, antes mesmo de ela ser formalmente estabelecida, e acompanhar seu trabalho após a fundação.

Muitos países estavam lutando na guerra quando o termo "Organização das Nações Unidas" foi usado oficialmente pela primeira vez na "Declaração das Nações Unidas" de 1942. As 26 nações que a assinaram se comprometeram a defender os ideais expressos pelos Estados Unidos e pelo Reino Unido no ano anterior dos princípios comuns "sobre os quais basearam suas esperanças de um futuro melhor para o mundo". Autoridades da Grã-Bretanha, União Soviética e Estados Unidos reuniram-se em Moscou em 1943 e preconizaram a criação de uma organização internacional para manter a paz e a segurança.

No ano seguinte, representantes desses países e da China realizaram conferências em Washington, D.C., capital dos EUA, para definir como realizar essa tarefa monumental. Essas sessões ficaram conhecidas como Conferência Dumbarton Oaks, na qual delegações dos quatro países desenvolveram uma proposta para a estrutura da nova organização. Após esse evento, o Rotary publicou o documento "O que os rotarianos podem fazer após a Conferência Dumbarton Oaks?", que não apenas incluía a Carta proposta, pontos de discussão e sugestões de conversas com os associados dos clubes sobre como a ONU se relacionaria ao objetivo do Rotary de promover a compreensão mundial, mas também enfatizava a importância de se ter um plano pronto para quando a guerra terminasse, em vez de esperar até que os combates parassem.

De abril a junho de 1945, delegações de 50 países participaram da Conferência das Nações Unidas sobre Organização Internacional em São Francisco e, o O Rotary International foi uma das 42 organizações convidadas pelos Estados Unidos para servir como consultor da delegação do país na Conferência de São Francisco. Como cada organização tinha assentos para três representantes, os 11 representantes oficiais do Rotary International, dentre os quais estavam o secretário-geral, o editor da revista The Rotarian e vários ex-presidentes do RI, atuavam em rodízio. Pouco antes do início das reuniões, o Rotary International publicou e distribuiu o panfleto "Padrão para a Conferência de São Francisco", que proclamava: "É uma oportunidade esplêndida para cada rotariano cumprir o objetivo dos Serviços Internacionais, participando do debate neste projeto de governo mundial". O Dia do Rotary na ONU celebra a visão de paz mundial que duas organizações compartilham, e destaca atividades humanitárias que elas estão liderando em todo o mundo.

*Fonte: Revista Rotary Brasil, setembro, 2020

Venha compartilhar conosco o nosso trabalho!

-> Reuniões às terças-feiras, às 20h, no Hotel Raul`s.

Acesse: vwww.rotarygaspar.org.br