| ASSINE | ANUNCIE
| | | |

Nissan Versa muda por completo


A Nissan deu início à pré-venda da nova geração do Versa, que chega importada do México e conviverá com a antecessora, produzida no Brasil e comercializada como V-Drive. Com a reformulação, o sedã ficou mais refinado e ganhou desenho esportivo, inspirado no Kicks. O motor é mesmo do SUV: o 1.6 16v Flex de 114 cv e 15,5 kgfm, com transmissões manual ou continuamente variável (CVT). Ele será oferecido nas versões Sense MT, Sense CVT, Active CVT e Exclusive CVT. Esta última garante itens como alerta de pontos cegos, aviso de colisão iminente frontal ou traseira, rodas de 17 polegadas, sistema multimídia com GPS, faróis em LED, entre outros.

VW Amarok V6 fica mais potente 

Atrasada pela pandemia, a Amarok com V6 mais forte enfim desembarca no Brasil. Destaque da linha 2021, o propulsor revisto passa a entregar agora 258 cv e 59,1 kgfm regulares (225 cv e 56,1 kgfm até então). Com a função Overboost, o pico alcança 272 cv por 10 segundos. Junto do motor mais potente, a picape ganha o pacote Black Style, disponível apenas para a versão mais cara Extreme. Como o nome sugere, ele tem como diferenciais componentes pintados em preto, entre eles as rodas, os retrovisores, o para-choque traseiro e as molduras das luzes de neblina.

Fiat Cronos perde câmbio automatizado

Sem fazer alarde, a Fiat deu fim à oferta do câmbio automatizado GSR no Cronos, encerrando as vendas desse tipo de transmissão no Brasil. Até então, a caixa estava disponível como opcional na versão Drive, movida pelo 1.3 8v de 101/109 cv. Agora, quem quiser o sedã argentino sem precisar acionar a embreagem terá de partir para a variação Precision 1.8, dotada de um câmbio automático tradicional, com seis velocidades. A Fiat iniciou a oferta dessa transmissão em 2008, com o Stilo Dualogic.



VEJA MAIS DA COLUNA