| ASSINE | ANUNCIE
| | | |

Itálicas

13 Julho 2018 17:25:00

Gervasio.png

1. Com a morte de José Valdir Floriani em junho, muitas recordações surgiram da sua trajetória no campo da educação em Blumenau. Foi bamba no ensinar principalmente matemática, junto com seu irmão Joaquim. Ambos dirigiram o Colégio Pedro II. Enviei muitas fotos do falecido a conhecidos. Entre eles, Rogerinho Rosa. Ele se criou em Blumenau, onde fez nascer o conjunto musical The Beavers, naturalmente inspirado nos Beatles. Depois se mudou em definitivo para Florianópolis. De lá, mandou-me e-mail com os dizeres: - Lembro-me bem do Valdir Floriani, era gentil e cortês. Já o Joaquim... Respondi: só que desconheces sua irreverência, que os amigos mais próximos suportavam muito bem. Já o Joaquim era turrão, mas dono de coração amanteigado. Para neutralizar sua dureza no trato com alunos e professores, era preciso enfrentá-lo, única maneira de conquistá-lo. Cismava comigo. Diante da minha barba comprida e cabelos superlongos, reagia assim: - Ficas com cara de bandido! Fiquei brabo e a partir daquele dia nossa amizade foi se fortalecendo até sua morte. Havia no Pedro II uma figura folclórica e mitômana, o professor alemão Luís Emmerich. Nas mesas de bar, entre cubas e cervejas, Joaquim gozava dele. O professor de desenho e pintor narrava sem o menor pejo episódios assim: ter atravessado a pé o Saara e mais escalara o Atacama, o mais alto e árido deserto do mundo; convivera em São Paulo com Monteiro Lobato e em Paris com Ernest Hemingway; ter sugerido a Erich von Daniken escrever Eram os deuses astronautas? E a Ian Fleming a criar o personagem James 007 Bond... Enquanto Emmerich falava, Joaquim num guardanapo da mesa de bar fazia as contas. Para viver tantas aventuras, que idade teria o narrador? Era mais Matusalém do que qualquer mortal. E dava-lhe por baixo 500 anos.

2. Já que estamos de recuerdos, vamos à cidadezinha de Schroeder, próxima de Guaramirim. Com meu cunhado, Francisco Osny Fischer e minha mana Maria Júlia fomos lá almoçar num domingo, faz décadas. Saí para fumar e no caminho deparo com uma salinha para televisão. Sentado em frente ao aparelho, estava um italiano idoso. O filme era Aconteceu em Nápoles (acho que era este o título), com Clark Gable, Sofia Loren e Vittorio de Sica. Como o elenco gesticulava muito, típico de italianos, o cidadão se identificou e se pôs a falar com o televisor, reclamando: -" Eu falo, mas eles não respondem ao que digo." Por certo, era sua estreia diante de uma TV.

3. A Júlia, minha irmã da nota anterior, é quem me passou esta: Era 1969. Ela e família almoçavam em Perequê. A notícia que abalava todos não atingiu o dono do restaurante, com cara de genovês. Ele disse, em alto e bom som, que acreditava na Branca de Neve, mas nunca que o homem tinha pisado na lua.

 


VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |