| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
TOP_ColunaPrisco.png
TOPCEL_ColunaPrisco.png

Saída pela direita

05 Julho 2016 17:58:49

Eduardo Cunha já esteve com o pescoço na guilhotina, a um movimento da degola. Mas sua situação melhorou nos últimos dias. Ele ainda segue no cadafalso, mas já está em pé, principalmente depois da conversa com o presidente interino, Michel Temer. A postura do Palácio do Planalto, de absoluto silêncio em relação às falcatruas de Cunha, sinaliza claramente que há costuras para tentar salvar o mandato do parlamentar peemedebista. Sua tábua de salvação atende pelo nome de renúncia à presidência da Câmara. O quadro evoluiu bastante em seu favor, também porque Eduardo Cunha financiou entre 100 e 150 deputados candidatos à reeleição em 2014. De Santa Catarina, sete ou oito recorreram ao político carioca para dar fôlego aos seus caixas eleitorais. Ou seja, a movimentação não ficou restrita à bancada do PMDB Barriga-Verde. Há um temor quase que generalizado de que Cunha jogue nomes e valores no ventilador, além da origem dos recursos. 
Se o peemedebista renunciar ao comando da Câmara, haverá nova eleição para mandato-tampão de julho até fevereiro de 2017, quando será escolhido um novo presidente para mandato cheio de dois anos. 

Catarinense

O nome do catarinense Esperidião Amin tem sido bastante ventilado para suceder Cunha por sete meses. As chances, registre-se, são remotas. Mas é fato que o progressista tem excelente trânsito em várias bancadas médias e grandes. Até mesmo petistas veem com bons olhos a solução Amin. O problema do ex-governador é caseiro. Ele sofre fortes resistências na bancada do próprio PP!

Voar alto

O deputado Marcos Vieira confirmou três coligações para a disputa à majoritária nas cidades de Tubarão, Concórdia e em Joaçaba. Em eventos realizados com lideranças de várias siglas nos últimos dias, as pré-candidaturas foram anunciadas. Para o presidente estadual do PSDB, 2016 marcará uma eleição aonde os tucanos vão despontar. 

Nas maiores

“Das 20 principais cidades do Estado, o PSDB terá candidato à majoritária em 16 delas. E será vice em outras duas. Então o PSDB será um dos partidos que mais crescerá em 2016, tanto na majoritária quanto na proporcional”, acredita  Vieira.

Receita em queda

Desde janeiro que o Fundo de Participação dos Municípios _ FPM não se recupera e vem fechando o acumulado do ano em queda um mês sim e outro também. Em junho não foi diferente. A mais recente parcela do mês, de R$ 81,9 milhões, recebida pelos municípios na última quinta-feira, não foi suficiente para igualar o montante de 2016 ao de 2015.

Prejuízo real

Segundo cálculos da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), os valores repassados de janeiro a junho somam R$ 1,69 bilhão, o que representa uma queda de 1,44% em relação ao ano passado. Considerando a inflação no período, o quadro é ainda mais desanimador, chegando a uma perda real de 9,85%, ou seja, mais de R$ 184 milhões.

Perda

Prefeito Udo Döhler (PMDB), primeira dama Léa Döhler, e o presidente da Câmara de Vereadores, Rodrigo Fachini, acompanhado da esposa, colocaram a bandeira de Joinville sobre o caixão do bispo Dom Irineu Roque Scherer.  Udo decretou luto oficial de três dias pela morte do clérigo.


VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |