| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
ELEIÇÕES

Sem Zuchi, PT vai de Amarildo-Sansão

Nomes devem ser confirmados em convenção na segunda(14)


Amarildo e JP devem ser confirmados na majoritária do PT / Foto: Repórter Paulo Flores /

O Partido dos Trabalhadores não terá mais Celso Zuchi na cabeça de chapa nas eleições deste ano. O ex-prefeito renunciou à pré-candidatura. O PT foi buscar outra alternativa: o ex-vereador Amarildo Rampelotti. Ele terá como vice-candidato o jovem suplente de vereador João Pedro Sansão, o JP. A chapa majoritária, assim como a nominata de candidatos ao legislativo serão homologadas em convenção presencial do partido, marcada para a noite de segunda-feira (14), na Truticultura Bertoldi, no Alto Gasparinho, a partir das 19h.

Zuchi alegou a necessidade de renovação ao abrir mão da pré-candidatura. Admitiu, também, que vinha sendo pressionado pela família a não disputar a sua quinta eleição a prefeito de Gaspar. "Eu pensei muito, foi uma decisão difícil porque havia uma grande expectativa em torno do meu nome, mas era este o momento de tomar essa decisão", acentuou. O ex-prefeito garantiu que não irá se afastar da campanha eleitoral. "Vou trabalhar pelos nossos candidatos a prefeito, vice e vereador".

Aposentado da Celesc e, por duas vezes vereador (2009-2012 e 2013-2016), Rampelotti afirmou que o ex-prefeito Celso Zuchi é o maior patrimônio eleitoral do PT de Gaspar, conquistado em três mandatos, porém, entende que é o momento de mudar, de construir uma proposta de gestão diferente para Gaspar. "Um outro caminho que não mais em cima do patrimônio eleitoral do Celso, uma proposta renovadora onde o cidadão, que paga seus pesados impostos, volte a ser importante", destacou Amarildo.

O pré-candidato a vice-prefeito do PT é uma jovem promessa da política gasparense. João Pedro Sansão, o JP, com apenas 23 anos de idade acumula dez anos de interesse pela política, tendo iniciado como vereador mirim, em 2010. Atualmente, o futuro advogado é suplente de vereador e já esteve por 30 dias ocupando uma cadeira na atual legislatura. A ideia, admite JP, era disputar uma vaga no legislativo, mas não se trata de nenhum sacrifício ou aventura abdicar do seu projeto político pessoal pelo projeto coletivo do partido.. "O PT buscava uma renovação e por isso era natural que o meu nome surgisse, a gente não tem tanto que escolher, o destino vai nos dando as oportunidades, estou preparado e orgulhoso de ser pré-candidato a vice-prefeito", reforçou JP.

O presidente municipal do PT, Doraci Vanz disse que quando assumiu, há um ano e meio, a proposta sempre foi de um projeto alternativo para Gaspar independente de quem fosse o candidato. Segundo ele, a escolha da chapa majoritária foi consenso. "Houve debate lá no início, mas agora o partido entendeu que estamos com dois pré-candidatos que representam a renovação". Vanz destaca o legado do ex-prefeito Celso Zuchi, mas entende que agora o PT precisa criar outro legado diante de uma nova concepção de sociedade que está aí. "Nós estamos enxergando as mudanças sociais e as pessoas estão esperando que os administradores públicos sigam por esse caminho".


LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |