| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
POLÍTICA

Carlos Moisés assume o Governo de Santa Catarina

02 Janeiro 2019 16:25:00

Diminuição da máquina pública, transparência e combate à corrupção são algumas das prioridades apontadas pelo novo governo estadual

ADJORI/RCN - Rede Catarinense de Notícias


Governador Moisés e vice Daniela fazem juramento (Foto: Wile Roberto Deschamps/Jornal Metas)

Ao proferir este juramento durante sessão solene realizada na terça-feira (1), no Plenário da Assembleia Legislativa do Estado (Alesc), Carlos Moisés da Silva (PSL) e Daniela Cristina Reinehr (PSL), foram empossados, respectivamente, como governador e vice-governadora de Santa Catarina. A solenidade, comandada pelo presidente do Parlamento estadual, deputado Silvio Dreveck (PP), contou com a presença do chefe do Poder Judiciário, desembargador Rodrigo Collaço; do procurador-geral de Justiça, Sandro Neis; e do agora ex-governador Eduardo Pinho Moreira.

"Prometo manter, defender, cumprir e fazer cumprir a Constituição Federal e a do Estado, observar as leis e promover o bem-estar geral, e desempenhar o meu cargo honrada, leal e patrioticamente". Governador Moisés

Durante a sessão, Pinho Moreira fez um discurso de despedida, destacando pontos que considerou como avanços importantes nos cerca de dez meses em que governou o Estado. O ex-governador citou a redução do déficit das contas públicas de R$ 2 bilhões para R$ 500 milhões, sem que houvesse atraso no pagamento dos salários dos servidores. Ele apontou também melhorias na saúde pública e a redução nos índices de criminalidade. 



A solenidade de posse aconteceu às 16h no dia 1º de janeiro no Plenário da ALESC - (Foto: Wile Roberto Deschamps/Jornal Metas)


Novo governo 

Num discurso que durou cerca de dez minutos (veja a íntegra abaixo), Carlos Moisés da Silva reafirmou compromissos de campanha. Disse que pretende manter um governo enxuto, conduzido por técnicos e especialistas nos cargos de primeiro escalão. Ele também ressaltou que a atenção estará voltada à políticas públicas mais adequadas ao funcionamento do Estado, o que implica numa maior eficiência na entrega dos serviços necessários à população. Fazer "mais com menos", disse ele, prometendo uma nova forma de administrar o Estado, correspondendo à expectativa dos catarinenses em relação ao governo Moisés e Daniela. 

Moisés apontou ainda como prioridade o combate à corrupção e o aumento da transparência. Ele reconheceu a necessidade de fazer ajustes na folha de pagamento e de equacionar problemas na Previdência estadual. Outro desafio é aumentar a receita sem que isso signifique novos tributos. "É preciso não apenas gastar menos, mas também gastar melhor aquilo que se arrecada", disse Moisés, prometendo implementar ações para tornar a máquina pública tão eficiente quanto a iniciativa privada catarinense. 

O novo governador também pretende encaminhar em seguida uma reforma Administrativa, com ajustes em diversas áreas. O foco, diz ele, será economizar recursos para ampliar as possibilidades de investimentos. 



Após a cerimônia de posse o Governador Moisés recebeu um banho (batismo) dos bombeiros - (Foto: Wile Roberto Deschamps/Jornal Metas)


Batismo

Antes de deixar o Palácio Barriga Verde, por volta das 18 horas, Moisés e Daniela passaram em revista à Guarda de Honra da Polícia Militar (PM) e receberam homenagens de PMs e bombeiros militares. 

Por ser bombeiro militar da reserva, Moisés recebeu um banho de mangueira dos bombeiros que o aguardavam na frente da Assembleia Legislativa. O banho de batismo é uma tradição da corporação para todos os seus membros que são promovidos. 



Em seu discurso Governador destacou que a história do nosso Estado é rica em força de trabalho - (Foto: Wile Roberto Deschamps/Jornal Metas)


Leia a íntegra do discurso de posse 

AMIGOS CATARINENSES - OS QUE AQUI NASCERAM E OS DE CORAÇÃO;

É chegado o tempo de construir e trilhar os caminhos que sonhamos há muito tempo e planejamos nos últimos meses. Nossa atenção estava voltada ao estudo das políticas públicas mais adequadas ao estado, para que hoje - o marco zero do nosso governo -, com a equipe de trabalho a postos e de posse do diagnóstico que aponta para onde o Estado de Santa Catarina deverá rumar nos próximos quatro anos, possamos iniciar essa nova jornada. 

Ações valem muito mais do que as palavras. 

A lição que aprendemos com a história desse nosso estado é rica em exemplos de homens e mulheres valorosos que, com a força do trabalho e da sua dedicação, construíram um estado vencedor, nos deixando um grande legado. As histórias, muitas vezes anônimas de homens e mulheres, são reveladas nas suas ações. 

Foi com essa esperança por dias melhores e dedicação ao trabalho que hoje somos um estado sem igual no nosso país. 

Produzimos onde muitos julgam impossível. Inovamos, qualificamos, abrimos caminhos que muitos sequer conseguem vislumbrar. Somos reconhecidos pela nossa eficiência. Se é de Santa Catarina, é bom. 

No Poder Executivo, com as mudanças na gestão propostas para os próximos quatro anos, a EFICIÊNCIA na entrega dos serviços será nossa bandeira. Queremos, de fato, ser ágeis nos processos, fazer mais com menos, entregar os serviços no tamanho e qualidade que são esperados pela população ante a expectativa gerada sob o Governo Moisés/Daniela. 

Vamos trilhar um caminho cheio de desafios, mas que não pode mais ser ignorado. Vamos fazer do Governo de Santa Catarina um reflexo do catarinense: ágil, inovador, criativo, inventivo, altamente eficiente. 

É possível ser feito. Eu acredito! Afinal, o governo é formado por catarinenses, os de nascimento e os de coração. E a partir de agora, à frente de cada área, estão técnicos e especialistas que já há muito tempo dedicam seu tempo e seu trabalho para fazer mais, para inovar, para melhorar aquilo que já é bom. Mas que tinham suas vozes muitas vezes sufocadas, e agora estão sendo ouvidos. Por esses últimos dias vimos o brilho nos olhos dos servidores públicos, confiantes nas mudanças. 

O recado do eleitor, nas urnas, se materializou na nossa vitória, que culminará com uma nova forma de administrar nosso Estado. 

Os desafios serão vencidos com o trabalho coletivo: há uma previdência a ser equacionada, uma folha de pagamento para ser ajustada e uma receita que precisa voltar a crescer sem significar novos tributos. É preciso não apenas gastar menos, mas também gastar melhor aquilo que se arrecada. Nunca a criatividade do catarinense foi tão necessária. E nunca o comprometimento de todos os nossos representantes foi tão essencial. 

Por isso, aos nossos parlamentares, eu faço um apelo: vamos deixar de lado as disputas políticas, as divergências partidárias, as disputas por espaços e a projeção pessoal. Eu convido todos a servirem a um só propósito: colocar Santa Catarina em primeiro lugar. 

Há muito trabalho a ser feito e só será possível fazê-lo com o esforço, a dedicação e o compromisso de todos. 

Lembrem-se ainda: uma mensagem muito clara foi dada pela sociedade para seus governantes e representantes eleitos. E o que a sociedade espera é por uma Santa Catarina boa não para quem governa, mas para todos que vivem aqui - sem exceção. 

Para isso, um diagnóstico completo foi feito e, a partir daí, um grande planejamento foi preparado. O objetivo é claro: trazer para a máquina pública a mesma eficiência que temos na iniciativa privada catarinense. Trazer as boas práticas das melhores empresas de Santa Catarina, que servem de modelo mundo afora, também para o Governo do Estado, mas sem esquecer que o objetivo principal é promover o bem-estar social através de serviços públicos de qualidade. E isto inclui informatização de processos, uso de aplicativos onde e quando possível, desenvolvimento de políticas públicas básicas ligadas a áreas essenciais como Saúde, Educação e Segurança Pública, que tanto carecem de responsabilidade governamental. Meus agradecimentos a equipe de transição, que não mediu esforços para chegar a estes resultados. 

O governo começa com uma grande reforma, cujo foco será ajustar a gestão em áreas vitais, onde a economia gerada com a otimização dos processos irá alavancar o poderio de investimento do Estado. 

A partir de agora, de fato Governador do Estado de Santa Catarina, é o tempo de plantar boas sementes. A colheita, ao longo dos próximos quatro anos, não tenho dúvidas, será do tamanho da expectativa do cidadão catarinense. 

E para que isso realmente aconteça, mais uma vez eu reforço: lembrem-se que esse novo caminho é para ser trilhado e construído juntos. Todos têm um papel a exercer, todos têm um dever a cumprir. Um dever que nos cabe cumprir com a garra e o espírito de união tão característicos do catarinense, que já nos permitiu produzir resultados grandiosos no passado. E que nos guiará em direção a um futuro ainda mais glorioso. 

Agradeço aos novos secretários de estado e demais órgãos de primeiro escalão de governo que aceitaram nosso convite à responsabilidade e tomarão posse amanhã, tenham certeza de que foram escolhidos para fazerem as mudanças que Santa Catarina espera. Confio nas senhora e nos senhores. Amanhã anunciaremos as novas medidas do Governo em sintonia com aquilo que foi prometido durante a campanha. 

Agradeço ao Dr. Eduardo e sua esposa Nicole pela gentileza e isenção com que nos trataram durante a transição, desejando felicidades na nova fase de suas vidas. 

Por fim, rogo a Deus que ilumine os nossos passos bem como os de nosso Presidente Jair Messias Bolsonaro, e guie nossas ações para que Santa Catarina e o Brasil possam colher os merecidos frutos do nosso trabalho, pois estou certo de que Aquele que começou a boa obra não deixará esta por terminar. 

Muito obrigado a todos. 

Carlos Moisés da Silva
Governador/SC


LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |