| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
ELEIÇÕES 2020

Kleber projeta segundo mandato em Gaspar

Prioridade do prefeito reeleito passa a ser a conclusão de mais uma etapa da obra viária do Contorno Urbano


Kleber parte para o segundo mandato, ao lado de Brick, fortalecido pelo resultado das urnas/

A apuração dos votos demorou mais do que o normal, por uma falha no computador central do Tribunal Superior Eleitoral que recebeu os resultados das eleições em todo o país. Porém, antes mesmo do TRE-SC oficializar a vitória de Kleber Wan-Dall, filiados e simpatizantes dos partidos que formam a base do governo - MDB, PP, PSD, PDT e PSDB - já festejavam a vitória. E ela se confirmou por esmagadora maioria. Kleber Wan-Dall (MDB) e Marcelo Brick (PSD) conquistaram 65,60% dos votos válidos. A soma dos votos dos demais candidatos não alcançou os votos da chapa vencedora. Kleber Wan-Dall creditou a expressiva votação a três fatores, entre eles a nova postura do poder público, mais próximo do cidadão, além dos resultados e da articulação política. Wan-Dall segue para o segundo mandato mais fortalecido e com uma Câmara de Vereadores praticamente sem oposição. Nesta entrevista, o prefeito reeleito admite mudanças no primeiro escalão, mas não adianta nomes. Ele também disse que a postura em relação ao vice-prefeito eleito será a mesma que teve com relação ao atual, Luiz Carlos Spengler Filho, o Lu.

JM: Em 2016 o senhor fez 13.290 votos (25,91% dos votos válidos). Agora foram 20.960 (65,60% dos votos válidos). A que o senhor atribui esse crescimento expressivo?

Kleber Wan-Dall: Eu atribuo a três fatores. Primeiro, a nova postura do poder público e minha frente às pessoas e a cidade no sentido de ouvir, abrir as portas e criar canais de contato onde pudéssemos conversar com as pessoas, com as entidades e lideranças do município. O segundo fator é o resultado do trabalho, das obras, projetos e das ações que fizemos em Gaspar não apenas em infraestrutura, mas em todas as áreas. A votação foi o reconhecimento deste trabalho e, por fim, a articulação política, um trabalho que nós fizemos com muita conversa, diálogo, franqueza, construindo essa coligação que nos permitiu unirmos as principais lideranças políticas do partido em prol da nossa cidade

JM: O fato de Marcelo Brick (PSD), que era candidato a prefeito, ter aceitado ser o seu vice também ajudou nesta votação esmagadora?

Kleber: Sim, com certeza somou. Ele veio para ajudar e como eu comentei antes, este foi um dos fatores da nossa vitória. Essa articulação, política entre MDB, PP, PDT, PSD e PSDB. Nós somamos forças políticas para potencializar o nosso trabalho.

JM: Quais serão as prioridades do segundo mandato em termos de obras estruturantes?

Kleber: Vamos dar sequência a todas as obras, mas evidente que a nossa prioridade será o Contorno Viário Urbano no trecho que liga Gaspar Grande, Coloninha, Figueira até a Águas Negras. Vamos continuar a executar as principais pavimentações de corredores de serviços. Essa vai ser a nossa meta, mas sem perder o critério da qualidade das obras. Vamos continuar adotando essas medidas que são importantes, pois Gaspar merece obra de qualidade.

JM: Mudanças no secretariado vão acontecer. O senhor já pode adiantar, por exemplo, que o vereador eleito pela sétima vez, José Hilário Melato, irá para a secretaria de Desenvolvimento Econômico, Renda e Turismo substituindo Celso de Oliveira que deve deixar o governo por decisão própria?

Kleber: Não tem nenhum encaminhamento neste sentido, evidente que vão ocorrer mudanças, mas não existe nada de concreto, nem de quem entra nem de quem sai. Vou fazer essas mudanças com muita tranquilidade, muita responsabilidade e juntamente com toda a nossa equipe, pois o objetivo principal é não perder o ritmo de trabalho que nós implantamos a partir de 2017 e isso será o fator determinante. Vamos continuar trabalhando forte e acelerado para a nossa cidade.

JM: Durante a campanha, o senhor foi bastante criticado por causa dos comissionados. A tendência é aumentar o número com a chegada do PSD na coligação? Ou o senhor pretende manter o número atual de comissionados?

Kleber: Com relação aos comissionados, eu tenho que dizer que não se governa uma cidade com orçamento anual de R$ 300 milhões sozinho, não se consegue fazer tudo o que a gente fez na cidade sozinho. Nós precisamos de equipe para trabalhar e construir os resultados para a nossa cidade. Evidente que a oposição critica, mas está todo mundo trabalhando, todo mundo dando resultado. Gaspar é uma cidade que está crescendo e aumentando a população, a quantidade de empresas e o poder público precisa acompanhar esse crescimento, estar atento no sentido de atender os anseios, necessidades e prioridades da cidade.

JM: No primeiro mandato, o senhor chegou a não ter a maioria na Câmara Municipal. Agora, o próximo governo vai iniciar com uma base de 11 vereadores e apenas dois de oposição. Facilitou bastante, correto?

Kleber: Este é um fator importante, ter uma Câmara de Vereadores alinhada, entendendo a nossa forma de trabalhar. Nós tivemos algumas dificuldades neste mandato, e acredito que agora, com 11 vereadores da base, vai facilitar este trabalho de articulação, porém, sempre respeitando a autonomia que existe entre os poderes e a própria legislação, além de entender que somos uma única cidade, uma única bandeira e isto precisa estar acima de qualquer questão política, partidária e eleitoral. Tenho certeza que os vereadores eleitos estarão alinhados conosco sabendo dessa importância e vão nos ajudar no sentido de agilizar aquilo que precisa aprovar de projetos.

JM: Qual será a função do vice-prefeito. O atual começou com uma espécie de articulador político e depois acabou praticamente sem função no Executivo. O senhor já conversou com o Marcelo Brick?

Kleber: O vice-prefeito, tanto o Lu (atual) quanto o Marcelo Brick (futuro) vou manter a mesma postura. O Lu foi um grande amigo e parceiro, esteve comigo em todos os momentos do governo, não apenas nos bons, mas também nos de desafios e dificuldades, participando e sugerindo e isto foi importante para o nosso primeiro mandato. Com o Marcelo não será diferente. Ele já demonstrou que quer estar junto, quer participar e isto é fundamental até porque tanto ele quanto o Lu têm experiência e capacidade de nos ajudar. Vamos seguir nesta linha, evidentemente que ajustando algumas situações até o início do mandato, mas com certeza tanto a participação do Marcelo quanto a do Lu serão importantes até o final do novo mandato.

JM: Para finalizar, uma mensagem aos gasparenses que votaram em Kleber Wan-Dall?

Kleber: Eu quero agradecer a todos que depositaram a confiança em nós e entenderam a minha forma de trabalhar, de fazer gestão pública e de se relacionar com a cidade, de forma sempre muito transparente, tranquila, séria. Este é o principal motivo da eleição. Agradecer a todos e dizer que a gente vai continuar trabalhando com o mesmo gás, energia e vontade para entregar resultados para a nossa cidade.


LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |