| ASSINE | ANUNCIE


FIM DE ANO

Natal e a solidariedade

23 Dezembro 2017 22:49:00

Um momento especial para as famílias, e para quem pratica o bem

Foto: Foto Divulgação

Sempre que o Natal se aproxima, as pessoas ficam mais emotivas e solidárias. Todos os anos, voluntários se mobilizam para transformar a data em um momento especial para as famílias mais carentes e necessitadas. E é impressionante o quanto as pessoas ajudam e se doam para a realização dessas ações. São toneladas de balas e milhares de brinquedos arrecadados em menos de um mês - tudo para garantir que todos se sintam amados e tenham um feliz Natal. São gestos que devem ser valorizados, reconhecidos e multiplicados por todos. Mas, mais do que isso, precisamos aprender a manter a chama do espírito natalino acessa durante todo o ano. As boas ações, o respeito ao próximo, a ajuda para quem precisa... tudo isso deveria torna-se um hábito entre nós. Atitudes que precisam se repetir mês, após mês, e não somente quando recebemos a visita do Bom Velhinho. Certamente, se assim fosse, o mundo seria um lugar muito melhor para se viver! Ainda dá tempo - vamos fazer isso a a partir de agora?  

Data Mágica

Jeny Perosso, Pedagoga

Confira aqui a edição especial de Natal do Jornal Metas

http://polopoly10.suitasistemas.com/polopoly/polopoly_fs/1.2035812.1514124930!/arquivos/15141237264040.pdf

 

O Natal é uma data que suscita, em todos nós, sentimentos profundos aflorados pela magia e encantamento próprios do clima festivo dessa data linda promotora de encontros com a história maravilhosa do nascimento e vida de Jesus Cristo. Vida e exemplos referenciados e seguidos há séculos pela humanidade, fundamentalmente pelo fato de sinalizar caminhos que cultivam e valorizam relações e espaços mais humanizados com prevalência do amor, da fraternidade e do respeito maior entre as pessoas.

Nessa perspectiva, parece oportuno sublinhar quão os caminhos sinalizados pela magia contagiante do Natal se fazem notadamente leves e favorecem não apenas a capacidade que o ser humano tem de sonhar, mas de encontrar, na perseverança, no esforço, na fé e na credibilidade ao potencial intrínseco à natureza humana, as condições necessárias a busca e realização dos sonhos. Sem perder de vista quão são naturais as dificuldades e empecilhos que se nos apresentam como condição e limite para a superação e alcance de todos e quaisquer intentos. E podem ser interpretados como motivação maior para não desistirmos nunca, se assim optarmos por considera. Caminhos que favorecem, portanto, convivências mais saudáveis com as aspirações, fraquezas, limitações, fortalezas, competências e as projeções nossos e do outro, numa valorização maior do diálogo, do acolhimento e das oportunidades. Ressalta-se, portanto, que a sedutora e envolvente magia natalina tem um propósito belíssimo de aproximar as pessoas daquilo que a vida tem de melhor para ser sonhado, usufruído e partilhado. E sugere, entre outras várias possibilidades favoráveis ao bem estar comum, o envolvimento maior com princípios como a solidariedade, a justiça, a equidade, a inclusão e o respeito pelo próximo e pelo meio ambiente. Princípios que andam demasiadamente esgarçados pela pressa do mundo contemporâneo e que clamam, cada vez mais, pela necessidade das orações fervorosas em agradecimentos pela vida, pela saúde, pela família, pelos sonhos e projeções, nossos e dos outros. Como sugere a essência maior da efervescente e contagiante magia do Natal, que sinaliza também para o fato de que as dificuldades e as dores representam a necessidade da busca permanente pela fé que nos deixa mais próximos de Jesus. 

Solidariedade se multiplica

Muito mais do que comprar presentes, preparar a ceia ou decorar a casa para receber a família e os amigos, Natal significa solidariedade e doação ao próximo. O ato de doar-se pelo bem do outro, que deveria fazer parte da essência do ser humano todos os dias do ano, ganha destaque nesta época, com ações que se espalham por todos os cantos do Brasil, incluindo Gaspar.

Não são raras as histórias de famílias, empresas ou grupos de amigos que se unem para proporcionar um Natal mais feliz para crianças que residem em abrigos, para idosos que estão em asilos ou hospitalizados, para famílias excluídas ou pessoas em diversas situações de vulnerabilidade social. Além disso, são promovidas as tradicionais campanhas de arrecadação de brinquedos, roupas e alimentos.

Segundo terapeutas comportamentais, a solidariedade que se aflora na humanidade neste período proporciona um momento de intensa realização para todos os envolvidos. Quem recebe um abraço, um carinho, uma visita inesperada ou um presente especial sente-se amado e valorizado. Já quem se doa e dedica parte do seu tempo ou de seus recursos para tornar o Natal um momento mágico e inesquecível na vida do próximo, experimenta um sentimento de dever cumprido, de satisfação. Estes sentimentos fazem bem para a saúde e estão interligados aos valores do indivíduo e à cultura religiosa de cada um.

 

 

 

LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620


JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |