| ASSINE | ANUNCIE

ESTAÇÃO

Como se manter saudável no outono

20 Abril 2017 17:39:02

Nesta época, sistema respiratório é o que mais sofre

Redação Jornal Metas
Outono.jpg
Foto: Divulgação
Durante o outono, há um aumento considerável de problemas alérgicos e inflamatórios

Faz um mês que o outono chegou e algumas complicações de saúde, provocadas pelas constantes alterações de temperaturas, já começam a aparecer. O sistema respiratório é um dos que mais sofre com essas oscilações. “Nesta época do ano há um aumento considerável de problemas inflamatórios e alérgicos, como: rinite, resfriado, gripe, laringite, asma, bronquite, pneumonia e bronquiolite”, explica a médica infectologista, Marta Fragoso. É nesta estação que ocorre um acúmulo maior de poluentes devido à diminuição das chuvas e da temperatura do ar, há pouca umidade atmosférica e, consequentemente, maior nível de poluição. Esta combinação, acrescido ao fato de as pessoas permanecerem em ambientes fechados por mais tempo, prejudicam ainda mais a vida de quem convive com doenças respiratórias. “Para evitar crises e melhorar a qualidade de vida é necessário, além do diagnóstico correto e precoce, evitar aglomerações e procurar tratamento individualizado com especialistas como pneumologista, fisioterapeuta e nutricionista”, adverte a médica.

Segundo a profissional, as crianças e os idosos são os que mais sofrem com a chegada do outono. Na infância o sistema imunológico ainda está em desenvolvimento e na melhor idade o sistema imunológico já está debilitado. “Por isso, atenção, ao apresentar sinais de febre, tosse persistente e presença de catarro amarelado por um período superior a três dias, a orientação é procurar atendimento médico imediatamente. Vale lembrar que a automedicação é uma prática não recomendada”, complementa.

Imunização
A gripe também é responsável por causar muito incômodo neste período.  A médica explica que a melhor medida de prevenção é a vacinação disponível contra as quatro cepas que costumam evoluir com maior gravidade: influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e dois subtipos de Influenza B.
Outro cuidado que deve ser tomado nesta época do ano é quanto ao risco de pneumonia, infecção que ocorre nos pulmões, causa febre alta, tosse, desconforto no tórax e muitos outros sintomas. Alguns tipos podem ser evitados facilmente com vacinas. “A imunização é indica principalmente para as pessoas com mais de 65 anos, por se tratar de uma doença que pode levar o idoso a óbito”, conclui a especialista.

Dicas

- Mantenha o organismo hidratado:
 Apesar das temperaturas mais amenas, o ar fica seco e, por isso, o consumo de água é essencial.

- Evite permanecer em locais fechados: 
A proliferação de certos vírus é mais intensa nesta época do ano e ambientes fechados favorecem este processo. Deixe as janelas abertas para que o ar circule.

- Tenha uma alimentação balanceada: 
Manter uma alimentação adequada e equilibrada com vitaminas e nutrientes necessários evita que o corpo fique vulnerável a contaminações.

- Imunização: 
Não são só as crianças que precisam ser vacinadas, adultos também devem tomar vacinas. Além da imunização contra gripes, os adultos precisam manter em dia a carteira de vacinação contra outras doenças infectocontagiosas. 

- Cuide da pele: 
Ela fica mais seca com a chegada do outono, o que pode resultar em rachaduras e irritações que desenvolvem alergias. Use hidratantes e evite banhos muito quentes, pois eles favorecem o ressecamento da pele.

LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620


JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |