| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Beto.png
COLUNA
Por José Roberto Deschamps | beto@jornalmetas.com.br

Sessão Virtual

A situação de Pandemia causados pela propagação do novo coronavírus (Covid-19), fez também com que a Assembleia Legislativa de Santa Catariana - Alesc, buscasse uma nova solução para resolver parte da grande demanda do seu expediente. Pela primeira vez na história passou a realizar Sessões Virtuais. Por convocação do presidente da Casa, Julio Garcia (PSD), a primeira sessão virtual, que correu na tarde sexta-feira (20), teve o propósito deliberar exclusivamente sobre matérias que dizem respeito à crise provocada pelo vírus. Muitos deputados apresentaram projetos com propostas de soluções para a crise, que serão agrupados num único projeto avalizado por todos os parlamentares.

Sessão Virtual - 2

O presidente, deputado Julio Garcia (PSD), destacou a mobilização dos deputados num momento delicado para Santa Catarina, em que os 40 parlamentares que integram a Assembleia participaram da sessão virtual, na tarde de terça-feira (24). Nesta sessão extraordinária virtual, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou em, o projeto que autoriza o governo catarinense a fazer empréstimo de US$ 344,7 milhões (o equivalente a mais de R$ 1,7 bilhão, no câmbio atual) junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird). A proposta, que tramitava em regime de urgência com o número PL 431/2019, foi aprovada por 30 votos a nove. A matéria, encaminhada pelo Poder Executivo em novembro do ano passado, estabelece que os recursos serão obrigatoriamente aplicados na liquidação da dívida externa do Estado, contraída no Bank of America em dezembro de 2012. O governo argumenta que a operação de crédito junto ao Bird é mais vantajosa para os cofres do Estado que o empréstimo do Bank of America e implicará em diminuição no valor que Santa Catarina desembolsa para pagar essa dívida.

Sessão Virtual - 3

Na votação do projeto original, a bancada do PL encaminhou pelo voto contrário. O líder da Oposição, deputado Ivan Naatz (PL), afirmou que a Assembleia Legilativa estava concedendo uma carta branca ao governo do estado de Santa Catarina, sem que houvesse garantias que a economia seria investida no combate à pandemia. Dos 40 deputados, apenas Julio Garcia, na condição de presidente, não votou. Os votos contrários foram dos deputados do estaduais Ivan Naatz (PL) , Marcius Machado (PL), Mauricio Eskudlark (PL) e Nilso Berlanda (PL), Ana Campagnolo (PSL), Felipe Estevão (PSL), Jessé Lopes (PSL), João Amin (PP) e Sargento Lima (PSL). A bancada do PL, já declarada de opisição ao governo, agora é estranho os votos contario dos dois parlamentarios do PSL.


Foto Daniel ConziAgência AL/O presidente da Casa, deputado estadual, Julio Garcia (PSD) preside a Sessão histórica virtual com o plenário vazio.



Pandemia

Um apalavra pouco conhecida, e em poucos dias vira um chavão. Torna-se símbolo do medo, é um termo usado em referência a um aumento de casos de uma doença em uma ampla área geográfica, uma enfermidade epidêmica amplamente disseminada. A pandemia que vivenciamos nos transmite a sensação de que o mundo, literalmente, parou. Nos condiciona a enxergarmos, que o cenário da vida mudou. Nos leva a acreditar que, para estar seguro o mundo precisa parar, num de repente, a população perdeu a liberdade, precisou obedecer o toque de recolher, ficar dentro de suas casas, fechar as atividades comerciais, cancelar todos os eventos que reúnem público e aderir a novos procedimentos de comportamento, de higiene, enfim a rotina mudou.

Pandemia - 2

Chama atenção a velocidade da ação e potencial de contaminação do coronavírus e suas consequências, que exige das autoridades muita agilidade e responsabilidade nas tomadas de decisões, na criação e atualização de medidas e normas, em âmbito local, estadual e nacional. Tampouco, a importância crucial dos cuidados de higiene e isolamento. Já alguns preferem proliferar mensagem midiática, destacando tom somente o caráter negativo da situação. Sabemos como nos proteger, obedecemos a quarentena de duas semanas a princípio, porém, cabe também a cada um de nó criar perspectiva a ser alimentada de forma positiva, ou seja, que seja com prudência é claro, mas deveremos fazer a roda voltar a girar. Por mais devastador que possa ser vírus, com sua trágica letalidade do Covid-19, embora baixa, nos preocupa também os reflexos financeiros e possivelmente milhões de desempregados que poderemos vir a ter. Nossa esperança e que, a quarentena termine logo, que nos venha o desejo de retomada e que não nos falte atitude, para retornarmos as atividades de trabalho, escola, vida social, enfim a vida normal.




VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |