| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Beto.png
COLUNA
Por José Roberto Deschamps | beto@jornalmetas.com.br

Palestra Sérgio Moro

Deschamps, presidente da Adjori/SC e Sindejor/SC, Ministro Moro, Adriano Kalil,  vice-presidente da ADI/SC e Dr. Mário Petrelli grupo RIC Record(Foto:Fernando Willadino)

Após a excelente palestra do Ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, no 30 de setembro, realizado na sede do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, em Florianópolis, intitulado Momento Brasil, que faz parte de uma série eventos, realizados pela Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acaert), conduzida por seu presidente, o empresário, Marcello Petrelle, fomos recebidos em sua casa para um almoço, acompanhados de de sua esposa Judite, seu pai, Dr. Mario Petrelli, autoridades, convidados e do ilustre Ministro Moro. O Ministro fez um apanhado geral sobre a segurança do País, observou que a segurança será fator determinante para o desenvolvimento de uma economia sólida para o país. Fez um paralelo ao próprio trabalho como juiz e criticou a "cultura de impunidade" e disse que encontrou durante o andamento da Lava Jato uma corrupção "como hábito" de um sistema, e que traz "deterioração dos cofres públicos e da dignidade do país". Além disso, disse que o combate à corrupção "é uma tarefa de todo o país e não de um indivíduo específico.


Avança Gaspar

O prefeito Kleber Wan-Dall (MDB), que está em seu terceiro ano do mandato, vem surpreendendo os munícipes pela determinação e sua visão empreendedora na gestão. Foi estratégico na hora de elencar as obras de prioridades para o município. Levantou de início, a bandeira da mobilidade entre outros investimentos, que contemplam o maior programa de obras para a administração pública municipal, o Avança Gaspar, que contempla obras de infraestrutura, investimentos em tecnologia, aprimoramento da gestão pública e melhoria de serviços básicos como saúde e educação.


Avança Gaspar - 2

Na noite de segunda-feira (7), com a presença de lideranças locais, representantes de entidades de classe, servidores públicos e comunidade em geral, o prefeito e sua equipe de governo, realizaram na Sociedade Alvorada, um evento de prestação de contas para comunidade. Em sua fala, o prefeito enfatizou; "se trata do maior programa de obras já executado no município, e que esta, é uma nova maneira de administrar a cidade, com o olhar no futuro". Wan-Dall elogiou a equipe de governo e servidores públicos que, a seu ver, aceitaram o desafio de irem além do dia a dia de trabalho e não mediram esforços. Assim como a Câmara de Vereadores, que tem se mostrado parceira e receptiva à proposta. Foi praticamente um ano e meio de planejamento e certamente não se concluirá em um mandato.


Vereador Wilson 

Com indicação na pauta, da Sessão da Câmara de Gaspar de terça-feira (8), que será encaminhada à Prefeitura, o vereador Wilson Lenfers (PSD), morador do bairro Poço Grande, solicita a instalação de travessias elevadas e pontos de ônibus nas Ruas Artur Poffo e Pedro Schmitt Júnior. Além disso, a troca das lâmpadas tradicionais, por lâmpadas de LED. Segundo o parlamentar, as reivindicações elencadas já foram apresentadas ao executivo em outras oportunidades. O vereador destaca também, um abaixo-assinado com 400 assinaturas que reforça o seu pedido pelas travessias elevadas, visto o alto fluxo de veículos e pedestres nestas vias que ligam as Rodovias Ivo Silveira, no bairro Santa Terezinha, e Jorge Lacerda, no bairro Poço Grande.

Fiscalização

Assembleia Legislativa de Santa Catarina, vai criar uma comissão e mecanismo para fiscalizar obras paralisadas. A comissão, que pretende envolver representantes da iniciativa privada, órgãos fiscalizadores e governo estadual, tem o objetivo de analisar de quatro em quatro meses o andamento de obras paralisadas no Estado e criar um mecanismo de controle online pela Assembleia Legislativa, que é a Casa fiscalizadora, para divulgar e monitorar o andamento de conclusão das obras. A propositura é do deputado Bruno Souza (sem partido), que fez os encaminhamentos da audiência pública realizada nesta segunda-feira (7), no plenarinho Deputado Paulo Stuart Wright, As causas apontadas como responsáveis pela paralisação de mais de 120 obras em 66 municípios catarinenses, foram as faltas de planejamento e de gestão. O deputado Bruno Souza explicou que a audiência promovida pela Comissão de Finanças e Tributação ocorreu após a análise dos levantamentos das obras paralisadas em Santa Catarina realizados pela Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina) e pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado).


VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |