| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Beto.png
COLUNA
Por José Roberto Deschamps | beto@jornalmetas.com.br

Inocente selfie


Os ex-prefeitos Adilson e Celso, com vereador Bertoldi (à direita) / Foto: Divulgação/


A noite de abertura dos Jasti, no lotado João dos Santos, foi também de reencontros de ex-prefeitos, que inclusive foram citados durante o cerimonial. Na foto, Adilson Schmitt, que jura que tá somente para a sua profissão de médico-veterinário, e o petista Celso Zuchi, ainda ensaindo novos voos, além do vereador petista Dionísio Bertoldi. Adilson e Celso, adversários políticos em outras eleições, ainda arriscam uma inocente selfie. Já a partir de 2020...humm

Dança das cadeiras

Embora o prefeito tenha afirmando que as anunciadas mudanças no primeiro escalão foram para reoxigenar o governo, ficou a sensação de que elas foram muito mais de caráter político do que administrativo. Caso contrário, Kleber Wan-Dall não teria promovido a simples dança das cadeiras. De novidade mesmo, Cleverton João Batista, que vem de Blumenau indicado por padrinhos fortes: Paulo França e Cesar Botelho. É fato que o atual titular da pasta, Alexandre Gevaerd, é muito bom na área técnica, mas na questão política deixa a desejar. Portanto, sai um técnico e entra um político.

Dança das cadeiras II

José Carlos Carvalho Junior vai assumir uma das pastas mais complicadas: a saúde. Aliás, conta-se por aí que algumas lideranças do MDB já o queriam na Saúde no início do governo. As demandas e as dificuldades são enormes. Será um desafio bem maior do que teve Júnior na FMEL que, aliás, é uma entidade que o governo pouco se preocupa. Lá, Júnior deu conta do recado. Confesso que na rápida conversa que tive com ele, o senti apreensivo, mas, enfim, é uma missão que caiu no seu colo e agora é encarar o desafio hercúleo. Se tiver o mesmo amparo financeiro que seu antecessor, o advogado Carlos Roberto Pereira, tem chances de dar certo. Caso contrário, vai só enxugar gelo.

Dança das cadeiras III

A troca na chefia de gabinete é da água para o vinho. Pedro Inácio Bornhausen era o homem forte do governo, uma espécie de "paredão" na porta do gabinete do prefeito. Bornhausen circulava com desenvoltura em todos os departamentos da administração e era atendido. Quando o governo precisava de uma conversa mais ao pé do ouvido com aliados, era Bornhahusen quem cumpria essa tarefa política e muito bem. O futuro chefe de gabinete, Roni Muller, não tem essa experiência e desenvoltura, por isso o prefeito foi logo avisando que ele não terá o mesmo papel de Bornhausen, ou seja, por via indireta deu o recado que o seu futuro chefe de gabinete terá bem menos autonomia de voo.

Dança das cadeiras IV

Por fim, a volta de Carlos Roberto Pereira para a Secretaria da Fazenda e Gestão Administrativa. Essa é uma bola já cantada desde quando Roberto foi para a Saúde. Aliás, ele foi para a Secretaria da Saúde justamente para apagar incêndios, porque já haviam passado por lá dois secretários em menos de um ano e o negócio tava fora de controle. Roberto cumpriu as metas enquanto teve dinheiro jorrando. Fez grandes mudanças, mas o povo continua a se queixar porque a Saúde é sempre complicada independente de quem esteja à frente. Quando viu que havia feito a sua parte e não dava mais para tirar leite de pedra, Roberto tratou de voltar para a Fazenda e retomar a chave do cofre. 

PL para o hospital

O Projeto de Lei 36/2019, que aterrisou na Câmara de Vereadores essa semana, quer destinar os 15% do desconto sobre a parcela única do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para o Hospital de Gaspar. Nesse caso, o contribuinte escolhe no momento do pagamento se quer colaborar com a iniciativa. "É oportuno mencionar que esta proposta não gera despesa; não altera orçamento; não cria nem altera tributo e, mesmo assim, apoia meios de levar atendimento à saúde a todos quantos precisam do Hospital de Gaspar e àqueles que precisam de uma UTI", afirmou o vereador e médio Silvio Cleffi (PSC), autor do projeto de lei.


VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |