| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Beto.png
COLUNA
Por José Roberto Deschamps | beto@jornalmetas.com.br

Festa de São Pedro


Festa vai reunir um grande número de fiéis neste fim de semana / Foto: Divulgação - Paróquia São Pedro Apóstolo /


Um fim de semana de muitas homenagens e festa no município de Gaspar. A Festa de São Pedro é, sem dúvida, a maior festa religiosa do município. A beleza da igreja matriz, no alto do morro, deixa ainda mais emocionante o ambiente de religiosidade que se forma no entorno. É claro que a programação popular também é muito bacana, com uma farta gastronomia e algumas atividades de lazer tradicionais em festas de igreja, porém, acima de tudo, a renovação da fé é que deve prevalecer. E, nestes tempos de abandono de alguns valores morais e religiosos, é muito importante que as pessoas não esqueçam de orar e pedir ao santo proteção e orientação para os caminhos. Acho que esse é o grande espírito de uma festa religiosa, todavia, muitos esquecem deste detalhe. 

Doa a quem doer

Nesta semana, a justiça voltou a negar o pedido de habeas corpus em favor do ex-deputado João Pizzolatti Junior, que aguarda preso o julgamento por crime de trânsito. Ele se envolveu em um grave acidente, em dezembro de 2017, estando com embriaguez comprovada. O curioso da decisão, que já havia sido dado pelo juiz favorável à manutenção da prisão, é o que disse o relator do HC, desembargador Júlio César Machado Ferreira de Melo. "Nós temos que, de uma vez por todas neste país, entender que as decisões judiciais precisam ser cumpridas e ponto final. Doa a quem doer". Sem dúvida, o desembargador incluiu no seu argumento o óbvio, mas não no Brasil. Por aqui, o que parece óbvio, muitas vezes não se concretiza no âmbito da justiça. Ora o juiz decide de uma maneira, ora de outra. Dois pesos e duas medidas. Por isso, a sociedade tem essa sensação de impunidade.

Investigação

Há duas semanas, o programa Fantástico, da TV Globo, apresentou uma reportagem sobre um homem que se passou por afrodescendente para poder desfrutar da cota racial em vaga para um concurso público federal no INSS. Pois é. Agora, parece que na prefeitura de Gaspar também há uma desconfiança de que isso possa ter ocorrido em um concurso público realizado em 2018. Tanto é verdade que foi instaurado um processo administrativo para apurar a veracidade da autodeclaração feita pela candidata. O processo administrativo será conduzido por Comissão Especial, composta por três servidores nomeados. A portaria, assinada pelo prefeito Kleber Wan-Dall, tem data de 24 de junho. Trata-se de uma situação bastante delicada, porque na verdade quem diz que é afrodescendente é a candidata. À prefeitura caberá o ônus da prova contrária.

Polícia Federal

Será votada no dia 2 de julho, na Câmara Municipal, uma moção de apoio dos vereadores de Gaspar à proposta da Câmara Municipal de Blumenau de implantar uma delegacia da Polícia Federal (PF) na cidade vizinha. Blumenau é a única da região Sul, com mais de 350 mil habitantes, que não tem uma sede da PF. A vereadora Franciele Back (PSDB) é a autora da moção. A reivindicação foi levantada pelo vereador blumenauense Sylvio Zimmermann (PSDB). Ele criou uma comissão para complementar dados sobre o assunto e mobilizar a sociedade em torno do debate. Segundo Franciele, ao somar os municípios do Alto e Médio Vale, 65% deles ficam mais próximos a Blumenau do que de Itajaí onde está localizada a delegacia da PF. "É importante que Gaspar participe deste processo", afirmou. 

Buracos

É impressionante a situação do trecho da Rodovia Francisco Mastella, entre o ginásio João dos Santos e a rótula da Parolli. A situação é simplesmente calamitosa. É bom lembrar que a rodovia somente está neste estado lastimável porque houve um grande equívoco (proposital ou não) na época em que se fez a licitação para a revitalização da Jorge Lacerda. Os engenheiros do Deinfra simplesmente ignoraram o trecho por entender que ele era municipalizado. A prefeitura, da mesma forma, também acreditava que o trecho pertencia ao município, quando na verdade é estadualizado. Depois do projeto finalizado e licitado é que se descobriu o "engano", porém, não deu mais para incluir o trecho da Francisco Mastella. A pergunta agora: Quem vai fechar aquela buraqueira?


VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |