| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Beto.png
COLUNA
Por José Roberto Deschamps | beto@jornalmetas.com.br

Embelezamento


Foto: Divulgação PMG/

Continuam os trabalhos de jardinagem realizados pela equipe de embelezamento urbano da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos. Diversas mudanças já foram realizadas, como a revitalização e tratamento fitossanitário da figueira da Praça da Prefeitura na Rua Coronel Aristiliano Ramos. O tratamento fitossanitário é um conjunto de ações adotadas para proteger a vegetação ou no caso a árvore de pragas e doença. O plantio de flores também foi realizado no canteiro da figueira. Para quem trafega pela Avenida das Comunidades e Binário da Parolli (foto), já deve ter notado as mudanças. Em toda a extensão do canteiro central da avenida, mudas de Manacá da Serra foram plantadas. O Manacá é uma das plantas mais comercializadas no Brasil e é nativa da Floresta Atlântica que abrange toda a Santa Catarina até o Rio de Janeiro. A planta é muito conhecida por suas flores que podem ser encontradas em até três tonalidades: Branca, lilás claro e lilás forte podendo ser mutáveis entre elas. Por isto seu nome científico é Tibouchina Mutabilis.

"Gaspar na história"

Na contracapa da edição deste sábado destacamos as enchentes de 1957, justo no início da construção da ponte "Hercílio Deeke". Neste ano ocorreram 4 enchentes, a maior em agosto com pico de 9,1m aproximadamente (12,8m em Blumenau). Vale lembrar que enchentes no Vale do Itajaí são recorrentes. Desde 1851, quando dos primeiros relatos dos colonizadores, registramos até 2020, mais de 100 enchentes. Os maiores picos ocorreram em 1880 (17,10m em Blumenau); 1911 (16,9m em Blumenau); 1852 (16,3m em Blumenau); 1851 ( 16m em Blumenau) ... 1983 ocorreram 4 enchentes, com pico em julho , de 11,67 ( 15,34 em Blumenau); em agosto de 1984 , pico de 11,55m (15,46m em Blumenau). Desde os primórdios da colonização, as enchentes sempre afetam a vida nas comunidades. Hoje Gaspar dispõe de informações sobre cotas de enchente orientando preventivamente as comunidades. Conheça: https://defesacivil.gaspar.sc.gov.br/mapas/cotas-de-enchente

Cancelamento

Em nota na coluna anterior, informamos a realização do evento Park Fest Drive-in, onde todos ficam dentro de seus carros curtindo música. O evento ocorreria neste sábado, dia 11, no Shopping Park Europeu, em Blumenau. Porém, o evento acabou suspenso e sem nova data. Mesmo com o atual decreto estadual favorável a este tipo de evento, e o alvará emitido no dia 30 de junho, pela Prefeitura de Blumenau, a organização diz que precisou adiar Park Fest Drive-In.

O aumento nos casos de coronavírus não só em Blumenau, mas em toda a região, fez a prefeitura de Blumenau tomar medidas mais restritivas em vários segmentos e este evento, mesmo com todos os cuidados e segurança garantidos, vai ter que esperar mais um pouco para poder acontecer. A organização informa que os ingressos valem para a nova data que será anunciada assim que houver melhora no quadro epidemiológico. Caso queiram o reembolso do valor, poderá ser solicitado no e-mail contato@temposomeluz.com.br.

Volta às aulas

Com o andar da carruagem apontando para um crescimento do número de casos da COVID-19 em todo o Estado, dificilmente teremos ao retorno das aulas presenciais, na rede pública e privada, no dia 8 de agosto. Essa foi a data determinada pela Secretaria de Estado da Educação. A decisão final, porém, cabe aos municípios. O prefeito Kleber Wan-Dall acha muito difícil que isso aconteça. Ele, particularmente, é contrário desde já à retomada das aulas presenciais nesta situação, embora diga que a palavra final será da área da saúde. O médico infectologista, Ricardo Freitas, também é contrário ao retorno das aulas presenciais, mesmo com os protocolos que estão sendo adotados. Ele lembra que não é apenas os alunos nas escolas, mas haverá uma maior circulação de pessoas nas ruas: ônibus, vans e carros particulares levando e buscando estudantes nas escolas. Para o médico, as aulas presenciais somente deveriam ser retomadas em 2021.

Alba pede agilidade

O deputado Ricardo Alba (PSL), coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Itajaí, encaminhou ofício à Secretaria de Estado da Infraestrutura solicitando ao Governo do Estado a retomada das obras de implantação e pavimentação da SC-108, que dá acesso a Blumenau pela região norte, a conhecida Via Expressa. Alba também pede que o governo destine recursos em dotação orçamentária para a continuidade da obra em 2021. O ofício requer ainda que sejam incluídos, diretamente pelo estado, recursos específicos na Lei de Driretrizes Orçamentárias do próximo ano para finalização da obra. No ofício, Alba argumenta que a obra da SC-108 é de grande importância para os moradores do Vale, em especial aqueles que se deslocam a municípios vizinhos como Massaranduba, Guaramirim e Jaraguá do Sul. Além disso, o novo trajeto permitirá a municipalização da atual rodovia no trecho urbanizado entre a BR 470 e a serrinha da Vila Itoupava, que corta o bairro Itoupava Central, com grande densidade populacional. "A nova via, além de melhorar o tráfego de veículos, vai dar mais segurança às comunidades que vivem por onde a rodovia passa atualmente", destacou o deputado.



VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |