| ASSINE | ANUNCIE

Beto.png
COLUNA
Por José Roberto Deschamps | beto@jornalmetas.com.br

Devagarinho

06 Novembro 2018 22:11:00


Arquivo Jornal Metas/

Os vereadores decidiram ficar mais uma semana sentados em cima do projeto de lei, de autoria do Executivo, que pede autorização para que o Samae volte a realizar investimentos em saneamento. A ideia do Executivo é utilizar uma verba de R$ 7 milhões para essa finalidade, porém, a autarquia precisa estar habilitada a executar este tipo de serviço. O projeto de lei está tramitando na Casa desde abril e iria entrar na pauta de votação da sessão ordinária desta terça-feira (6), porém, o vereador Cícero Amaro (PSD) pediu o adiamento e foi atendido pelo plenário. Um grupo de moradores estaria se mobilizando em um abaixo-assinado solicitando rapidez na votação do projeto. Os vereadores, porém, não parecem com muita pressa - quem sabe na próxima semana? Alegam que, em 2009, essa prerrogativa foi retirada do Samae porque estaria inviabilizando financeiramente a autarquia. 

De saída

Allan Santiago, coordenador do Programa Vereador Mirim, pegou o boné. Desde a semana passada não ocupa mais o cargo, que é da oposição. Portanto, o G7, formado pelos sete da oposição, vão se reunir para ver quem indicam para a função. Allan estava no cargo há cerca de um ano. Os motivos do desligamento, a coluna não conseguiu apurar. 

Bolsonaro em Brasília

Nesta quarta-feira (7) tem Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. O presidente eleito vai se encontrar com o atual ocupante do cargo, Michel Temer. Entre os assuntos tratados está a Reforma da Previdência. Bolsonaro e sua equipe têm a ideia de aprovar parte do projeto. No entanto, devem encontrar resistência na Câmara dos Deputados. Na última vez que Temer tentou aprovar a Reforma d só conseguiu 275 votos favoráveis, quando o mínimo é 308.

Gravação

O Sintraspug protocolou documento junto à Mesa Diretora da Câmara de Vereadores apresentando denúncia de assédio moral contra o prefeito Kleber Wan-Dall. Trata-se ainda daquela famosa gravação em que o prefeito solicita, em um grupo de Whatsapp, que seus subordinados se empenhassem na divulgação positiva da proposta que criava o Prêmio Assiduidade em substituição ao Auxílio Alimentação. O pedido não vingou e o prefeito teve a imagem arranhada.

Convênio

A prefeitura de Gaspar estaria negociando com a Prefeitura de Ilhota um convênio para que os moradores da cidade vizinha também possam utilizar os serviços do Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Essa eu não entendi?! A administração da Casa vive reclamando que o hospital atende mais do que a sua capacidade - cerca de 4 mil por mês - e quer ainda ampliar com um convênio? Neste caso, teria que também investir na ampliação da estrutura do hospital para poder atender a mais pacientes.   


VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620