| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Beto.png
COLUNA
Por José Roberto Deschamps | beto@jornalmetas.com.br

Da Redação

DEM na parada


Wanderlei: sem passado político


Em meio a toda essa pandemia, surge um fato novo nas eleições deste ano em Gaspar. Um sexto pré-candidato a prefeito. O nome é bem conhecido do meio esportivo. Trata-se do hoje empresário da área de Tecnologia da Informação Wanderlei Knopp, do DEM, mas que foi jogador e presidente do Clube Atlético Tupi e de outros times amadores da região. O anúncio da pré-candidatura foi feito no último final de semana. A coluna procurou então o presidente do partido em Gaspar, Paulo Filippus, para comentar essa decisão do partido de participar, digamos, dos treinos livres da corrida eleitoral. Segundo ele, o DEM decidiu lançar pré-candidato para reoxigenar a política gasparense já que dois partidos têm se revezado no poder há mais de 20 anos: PT e MDB. Ele diz não ter nada contra os dois "partidões", mas os Democratas entendem que os gasparenses merecem a renovação, algo diferente do que esses dois partidos vem oferecendo à cidade. Sobre a escolha do pré-candidato, Filippus justificou o fato de Wanderlei ser um cidadão que nunca disputou eleição a cargo público, ou seja, não tem atrelamento a outras siglas partidárias. 

DEM na parada II

Filippus, que é suplente de vereador, diz que o partido conta com lideranças fortes no município, mas ainda não é o momento de divulgar nomes que podem vir a compor a nominata do DEM na disputa de vagas ao Legislativo, o mesmo vale para o candidato a vice. Esses nomes, explica ele, somente serão definidos e anunciados na convenção municipal. "Eles estão colocando os nomes à disposição e vamos avaliar o perfil de cada um para decidir lá na frente", resume. Questionado sobre uma possível aproximação com o atual governo, Filippus esclarece que o partido não está e nunca esteve no governo Wan-Dall. "Nunca buscamos espaço dentro deste governo e nem pretendemos fazer isso nesta reta final de mandato. O DEM quer se apresentar na eleição como alternativa ao modelo de gestão que vem sendo empregado na cidade", defendeu.

DEM na parada III

Na verdade, o surgimento e uma sexta via na eleição municipal começa a criar um desenho muito parecido com o da eleição de 2000. Na ocasião, sete candidatos disputaram a cadeira do executivo gasparense. Na época se debateu muito o grande número de candidatos, o que poderia provocar surpresas na eleição daquele ano, como de fato aconteceu. O até então desconhecido Pedro Celso Zuchi (PT) bateu nomes fortes da política do local como dois ex-prefeitos, o saudoso Francisco Hostins e também Luiz Fernando Poli. O petista venceu Hostins, o segundo colocado, por apenas 175 votos. O filme, portanto, pode estar voltando vinte anos depois, e já deve estar deixando muita gente de cabelo arrepiado.

Ministro em SC

Nesta quarta-feira (22), o ministro interino da Saúde, o general Eduardo Pazuello, cumprirá agenda em Santa Catarina. A visita foi articulada pelo deputado federal Daniel Freitas (PSL) e tem como objetivo discutir com o governo estadual e entidades sobre a situação da pandemia no Estado. Segundo o deputado, o ministro chega em Florianópolis por volta das 10h e se reunirá com o governador Carlos Moisés da Silva e com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, para falar sobre a aplicação dos repasses dos recursos vindos do Governo Federal. A principal preocupação da bancada federal, é sobre os recursos que estão sendo viabilizados pelo Ministério da Saúde ao Estado e aos hospitais através do Fundo Estadual de Saúde, e que não estão sendo repassados às instituições e aos municípios.

Alba e a quarentena 

O deputado estadual Ricardo Alba (PSL) teceu duras críticas a quarentena decretada pela prefeitura de Blumenau nesta semana. O parlamentar se diz contrário ao modelo, pois ele penaliza tantos empresários quanto trabalhadores e a própria economia. Em vídeo, publicado em sua rede social, Alba lembrou que a prefeitura de Blumenau recebeu mais de 50 respiradores, além de muitos recursos estaduais e federais. O deputado defende o fortalecimento da rede hospitalar e medidas em conjunto com outros municípios. Ele até arrisca dizer que a prefeitura de Blumenau vai ficar sozinha nesta nova quarentena, já que outros municípios do Vale não vão seguir pelo mesmo caminho. Será?



VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |