| ASSINE | ANUNCIE
| | | |

Beto.png
COLUNA
Por José Roberto Deschamps | beto@jornalmetas.com.br

Dívida com o hospital

09 Abril 2019 21:15:00


Foto: Arquivo Jornal Metas /

O Governo do Estado tá mesmo na penúria, não tem dinheiro para praticamente nada. Mal tá conseguindo cobrir a folha de pagamento e tá cancelando até eventos esportivos, o que pode respingar nos Jogos Abertos da Terceira Idade, que devem acontecer em maio aqui em Gaspar. A dívida com os municípios só cresce. De acordo com o secretário de Saúde, Carlos Roberto Pereira, em entrevista a este jornalista, o estado deve para o Hospital de Gaspar R$ 1,43 milhão, que é a soma de repasse de recursos para o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Saúde da Família, Incentivo ao MAC, que são cirurgias de Média e Alta Complexidade entre outros.


O futuro do Procon

A deputada estadual Ada De Luca usou a tribuna na terça-feira (9) para protocolar pedido de informação ao Governo do Estado. A parlamentar está preocupada com o futuro do órgão em SC. O Procon em convênio com o (SINDEC), Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor, junto com as 94 cidades integradas, 94 procons municipais e mais 95 postos de atendimento, realizou desde 2006 mais de um milhão de atendimentos. Ada de Luca questionou como ficará a estrutura do órgão, se aprovado o projeto da Reforma Administrativa. "O Procon é um patrimônio dos catarinenses, reconhecido pela sua excelência em todo o Brasil e não pode virar diretoria de uma pasta que tem como foco principal o desenvolvimento empresarial", completou. Pela proposta a estrutura vai virar uma diretoria da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável. Outra questão levantada pela parlamentar é que os funcionários do Procon já estariam recebendo ordem para não fazer mais atendimento ao consumidor, mesmo antes de a reforma passar na Asssembleia. "A reforma veio para essa casa para ser avaliada, estudada e debatida. Entendo que somente após a sua aprovação devem começar as mudanças previstas", enfatizou. Por fim, Ada de Luca se colocou à disposição do governador para aprovar e debater tudo o que contribuir para o avanço do desenvolvimento catarinense, mas também, "para alertar, debater e propor aquilo que estiver na contramão desse objetivo", concluiu.

Cada vez mais próximo

A coisa tá cada vez melhor para os lados do PDT, oficialmente aliado do governo medebista de Kleber Wan-Dall desde o final do ano passado. Segundo informações, o atual vereador da sigla e presidente do partido em Gaspar, Roberto Procópio, já teria emplacado dez nomes no governo - dois deles se sabe que foi no Procon. E olha que tem vereador governista que não conseguiu emplacar tantos nomes em dois anos de administração. A propósito, quem também estaria negociando cargos no governo municipal é o PSDB. Um ex-vereador tucano pode ocupar, em breve, um cargo no governo Wan-Dall. Vamos aguardar os próximos movimentos do xadrez da política gasparense. A propósito: qual será o papel destes partidos na próxima eleição municipal?


Obra na Frei Solano

A chapa pode esquentar para a administração municipal. O vereador Dionisio Bertoldi (PT) insiste que tem algo "cheirando mal" na obra da Frei Solano e garante que vai insistir com o pedido de mais informações. Ele não se conforma que o edital de licitação que prevê um tipo de obra e, na prática, se fez coisa diferente. O poder público diz que tá tudo em conformidade e vai dar as devidas explicaçõe, inclusive convocando o presidente do Samae, José Hilário Melato, para explicar a primeira etapa da obra, que foi feita com recursos da autarquia. Talvez, seria o caso da Câmara de Vereadores convocar alguém do Executivo para dar essas explicações lá no plenário.


Melhorias na Bom Pastor

O vereador Wilson Lenfers (PSD) está solicitando melhorias para a Capela Mortuária Bom Pastor. A sugestão é que seja feita uma parceria entre o Executivo e as empresas que exploram os serviços funerários em Gaspar. A indicação 195/2019 entra na pauta da próxima sessão (9) e depois será encaminhada à Prefeitura de Gaspar. Entre as reivindicações estão a ampliação do sistema de refrigeração; instalação de sistema de som e toldos; reforma dos banheiros; melhor iluminação e reparos no telhado. Em justificativa, Lenfers enfatiza que a solicitação é um pedido da comunidade que, diante das condições precárias da capela, reivindica providências. De fato, a situação da Capela Mortuária precisa ser melhor avaliada pela administração municipal.




VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |