| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Beto.png
COLUNA
Por José Roberto Deschamps | beto@jornalmetas.com.br

Adjori/SC na Alesc


O presidente da Alesc, Júlio Garcia, com assessores e a comitiva da Adjori/SC / Daniel Conzi/Alesc/

A Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina (Adjori/SC), a mais representativa entidade de veículos de comunicação impresso do estado, segue o seu trabalho de buscar mais visibilidade junto às esferas do poder público e da sociedade catarinense. Nesta segunda-feira (17), representantes da diretoria da Adjori/SC estiveram em visita de cortesia ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Julio Garcia. Na pauta do encontro, o atual cenário dos jornais impressos em todas as regiões do Estado e os desafios do setor de comunicação. O presidente da Adjori/SC, José Roberto Deschamps, apresentou os novos filiados da entidade: os diários Correio Lageano, de Lages; O Município, de Brusque; A Gazeta, de São Bento do Sul; e Tribuna de Notícias, de Criciúma, veículos de grande credibilidade em suas respectivas regiões de abrangência. A Adjori/SC conta agora com 114 associados,consolidando-se como a maior representante de veículos impressos de Santa Catarina.

Adjori/SC na Alesc II

O presidente, Júlio Garcia, disse que a Assembleia Legislativa do Estado acredita muito na comunicação. "Para quem achou que a mídia tradicional ia acabar, ela está aí. Parabéns pelo ingresso dos novos associados. Fortalece bastante a Associação", disse Garcia. A recíproca veio do presidente da Adjori/SC, José Roberto Deschamps: "Agradecemos a parceria da Assembleia e ao trabalho da presidência em deixar as portas abertas para os jornais do interior de Santa Catarina. Certamente o Estado ganha com isso". Estiveram no encontro, além do presidente da Adjori/SC e diretor deste bissemanário, Valmoci Jesus de Souza (vice-presidente da Adjori/SC e diretor do Jornal Nortesul, de Passo de Torres); Aílton Carlos Coelho (1º secretário e diretor do Jornal Cabeço Negro, de Apiúna); Daiane de Abreu Rodrigues (vice-presidente para a Grande Florianópolis e diretora do Jornal Trindade, de Florianópolis); Alaor Alexandre (vice-presidente para o Sul e diretor do Jornal do Sul, de Turvo); Tânia Regina da Silva (vice-presidente para a região Serrana e diretora do Jornal O Momento, de Lages); Hélio Westphal (1º tesoureiro e diretor do Jornal A Semana, de Curitibanos); Ismael Ewald Limberger (2º tesoureiro e diretor do Jornal Testo Notícias, de Pomerode); Miguel Ângelo Gobbi (presidente de honra da Adjori/SC); Cezar Celeski (diretor do Jornal A Gazeta, de São Bento do Sul); Cláudio Schlindwein (diretor do Jornal O Município, de Brusque); Edson da Soler (diretor do Jornal Tribuna de Notícias, de Criciúma) e Osmar Schlindwein (CGM Comunicação).

Prisões

A Polícia Civil de Santa Catarina continua apertando o cerco contra os crimes de exploração sexual praticados contra crianças e adolescentes na internet. Nesta terça-feira, dia 18, a Operação Luz na Infância 6 cumpriu 16 mandados de busca e apreensão no estado, que resultaram em nove prisões. Os mandados foram cumpridos em Florianópolis, São José, Joinville, Blumenau, Criciúma, Lages, Itapiranga, Imbituba e Balneário Camboriú. O Instituto Geral de Perícias (IGP) também participou da ação ao lado dos policiais civis para realizar a perícia nos equipamentos de informática.Enquanto isso, aqui em Gaspar, a polícia investiga um caso de estupro dentro de uma escola municipal. A investigação começou a partir da pichação no muro da escola denunciando o suposto estuprador.

Municipalização

Municipalizar a rodovia Ivo Silveira é uma boa saída para acelerar as obras de revitalização. O problema é ter dinheiro - algo em torno de 10 milhões de reais - somente para recuperar o asfalto que está em péssimas condições. Esse é o grande dilema do prefeito Kleber Wan-Dall, que apoia a ideia das comunidades do Bateias, Barracão e Óleo Grande, porém, precisa saber de onde virá esse dinheiro, porque municipalizar apenas por municipalizar não adianta. A prefeitura tem que pegar o trecho da rodovia e investir em melhorias, que é o que a comunidade de fato quer.

Projeto de lei

Passou a tramitar nas comissões permanentes da Câmara de Vereadores de Gaspar, a partir desta terça-feira (18), o Projeto de Lei (PL) 4/2020 que permite ligação de energia elétrica, água e esgoto para edificações em terrenos que sejam objetos de ação de usucapião. A proposta é de autoria do vereador Francisco Hostins Júnior (MDB). No entanto, o texto também determina que, além de não ser contestado, o imóvel deve estar situado em via pública regular. Dessa forma, o projeto acrescenta mais um inciso ao artigo 3º da Lei 3669, de 2015, que trata da expedição de alvará para instalação desses serviços públicos básicos. "O processo de Usucapião, desde que não contestado pelos poderes públicos Municipal, Estadual e Federal, tampouco pelos confrontantes, já gera indício de que o processo ou procedimento tenha êxito, garantindo assim a prova final da propriedade em favor de seus autores", justificou o autor.


VEJA MAIS DA COLUNA

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |