| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
TOP_Editorial.png

Pandemia e turismo em SC

A temporada de verão se aproxima e milhares de pessoas se preparam para sair de férias. Com a crise financeira e o dólar e euro em alta, o turismo doméstico deve ganhar força e Santa Catarina se tornará um dos destinos preferidos. Porém, existe uma pandemia que voltou a preocupar, com o aumento significativo de contaminados e de óbitos. Há vários dias, a doença em nosso estado tem se mantido em crescimento acelerado e isto preocupa porque falta um mês para o Natal, data que as pessoas costumam sair de férias. Algumas retornam após a virada do ano, outras estendem em 15 ou até 30 dias o período de descanso.

Se estamos com os números da pandemia em crescimento, e já ficou comprovado que o feriado de 2 de novembro contribuiu para isso, é fundamental que a Secretaria de Estado da Saúde e outros órgãos a ela vinculados adotem um protocolo para que o fluxo de turistas esperado não transforme Santa Catarina no epicentro continental da pandemia, pois ao que nos parece, sem querer ser alarmistas, este poderá ser o quadro daqui a quatro semanas. Ao invés das medidas necessárias, as autoridades insistem em manter uma aparente normalidade e deixam para os municípios a decisão sobre realizar ou não eventos na virada do ano, o que pode ter consequências gravissímas. 


OUTROS ARTIGOS E EDITORIAIS