| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
TOP_Editorial.png

Os fura-filas

É inacreditável, mas quando se imagina que já se viu tudo neste imenso Brasil ainda existem situações para nos surpreender. Pipocam, em todo o país, denúncias de pessoas que não pertencem aos grupos de risco prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra a COVID-19, mas que estão sendo vacinados. Um ato de desumanidade, desrespeito e de falta de caráter de quem se propõe a tirar de alguém, que precisa muito mais, a vacina. Não bastam as cenas de horrores que se tem visto na mídia, com hospitais lotados e pessoas de todas as idades morrendo por falta de oxigênio no norte do país. Nada sensibiliza os fura-filas. O "primeiro eu" e os outros que se danem é o que prevalece. O tal jeitinho brasileiro, que por muitos anos foi visto como virtude pelos brasileiros, inclusive em propaganda de televisão, não cabe mais na segunda década do século XXI.

Felizmente, o Ministério Público já começou a agir e está de olho e vai denunciar, por crime, toda a pessoa que tentar furar a fila da vacinação. E você, que nos lê, deve também ser fiscal e se verificar alguém que não é do grupo de risco prioritário recebendo a dose da vacina deve procurar os canais competentes e denunciar. Tá mais do que na hora de acabarmos com o descontrole que virou a pandemia no Brasil, primeiro com o negacionismo das mais altas autoridades deste país e depois com a corrupção que se instalou e que continua a permear diversas ações tomadas pelos governos. mas que não se brinque mais com vidas, respeite-se os mais de 217 mil mortos e os milhares que ainda podem ser salvos com a vacina. Aguarde a sua vez,


OUTROS ARTIGOS E EDITORIAIS