| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
TOP_Editorial.png

Mais armas e menos crimes

11 Janeiro 2019 18:28:56

Uma das bandeiras de campanha de Jair Bolsonaro foi o combate à criminalidade. Com um discurso de ódio prometeu armar a população. Cooptou milhares de votos entre os cidadãos de bem. Já sentado na cadeira de presidente, Bolsonaro parece não temer as consequências da flexibilização na lei de compra, uso, posse e circulação de armas de fogo no País. O presidente, um ex-militar, está convicto de que esse é um dos caminhos para derrubar os nossos índices de criminalidade, que são um dos maiores do mundo. "Guerra se faz com guerra". O decreto, que deve ser assinado nos próximos dias, vai facilitar a aquisição de arma de fogo, pois acaba com algumas exigências subjetivas, como comprovar a necessidade de se ter a posse do armamento, e isso é um grande entrave. Todavia, as consequências do decreto e de um projeto de lei, de autoria do deputado Rogério "Peninha" Mendonça (MDB-SC), que manda para a lata de lixo o Estatuto do Desarmamento, somente vamos poder medir na prática. E a prática, neste caso, são indicadores, por exemplo, do número de homicídios e suas causas. Mesmo que haja aumento, poderão não ser as medidas do governo o motivo, o que deve gerar muito bate-boca entre a turma do contra e do a favor. Portanto, não se trata de algo simples, é uma decisão que mexe com a vida das pessoas. É pensar e agir com racionalidade e não apenas no apelo popular, que nos parece ser o fio condutor de todas as mudanças propostas.


OUTROS ARTIGOS E EDITORIAIS



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |