| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
TOP_Artigos.png

Animais abandonados ou mal tratados

06 Fevereiro 2019 08:45:02

Diariamente nos deparamos como uma quantidade de cães andando pelas ruas de Gaspar, sem falar nas notícias de abandono de filhotes de cães e gatos nos bairros mais distantes, em especial escolhem as Vias Vicinais com menor fluxo de veículos e poucos moradores. Mas tem uma situação pior de todas, onde o cão tem proprietário e sem nenhuma cerimônia o mesmo abre o portão da sua residência e deixa o animal (que não tem culpa), solto nas redondezas. Causando sérios transtornos para os pedestres, ciclistas, motociclistas e veículos, além de procurarem comida nos sacos de lixos ou então serem atendidos com água e comida pelos vizinhos. Sem falar na quantidade de fezes que deixam espalhados, trazendo ainda mais problemas para os que utilizam as Vias Públicas. Vale salientar que até os Carteiros dos Correios estão tendo dificuldade na entrega das correspondências. Claro que estes problemas são culturais e necessitam de educação e conscientização, assim precisamos urgentemente mudar isto, penso que a realização de Campanhas nas Escolas da Rede Pública e na Rede Particular, ajudaria em muito. Sempre contando com o apoio das Entidades Representativas de Classe, Clubes de Serviço, Instituições Públicas, Orgãos de Imprensa, Profissionais da Saúde, CRMV-SC e a Comunidade em Geral.

Não podemos esquecer que os Seres Humanos só aprendem quando pesa no bolso, sendo punidos e multados, assim uma Legislação será necessária, a exemplo do que já ocorre na vizinha cidade de Indaial. Também precisamos o apoio do Ministério Público e do Judiciário, para que estas ações tenham êxito, claro que de nada adianta exigir que o Poder Público Municipal forneça sacos de rações mensalmente para os três abrigos existentes, se não houver uma Política Pública que defina as ações, objetivos e quais os resultados desejados; e por fim a correta destinação destes animais abandonados, maltratados e que se encontram em abrigos. Bem como a realização de castrações de machos e fêmeas, visando o controle populacional. Por último fica a sugestão, para que junto a Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi), seja aberta uma discussão, para a futura instalação de um Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), por intermédio de um Consórcio Intermunicipal, otimizando os trabalhos e dividindo os custos. O assunto, além de tratar da proteção aos animais, também está diretamente ligado à saúde pública. A castração dos animais de rua é tida, para muitos especialistas e militantes na área, como a melhor saída para o problema. Mas a criação de um serviço como esse, deve ser muito bem planejada e seguir vários passos, como definir o público alvo de assistência, montar a estrutura física e operacional, criar mecanismos para a garantia de recursos financeiros para implantação e manutenção, atender as exigências sanitárias, estabelecer a melhor localização, elaborar o projeto arquitetônico conforme legislação, licitar a obra, contratar os recursos humanos, adquirir mobiliários, equipamentos e veiculo para o transporte dos animais, estabelecerem convênios com as partes envolvidas e dar publicidade a todos os atos.

Por fim podemos apresentar mais uma sugestão: uma proposta de criar um Centro Móvel de Tratamento e Atendimento, para cães errantes que percorrerá todas as cidades da região. A proposta será ajudar no controle populacional, gratuito para os animais não domiciliados e sobre tudo divulgar a importância da Posse Responsável, através de palestras e campanhas, assim como divulgar noções de educação sanitária prevenindo e detectando possíveis focos de zoonoses ou ocorrências com animais errantes. Este assunto merece toda a atenção e ocorrerem várias discussões, para que tenhamos um atendimento correto aos animais abandonados, soltos e ou mal tratados!

Adilson Luis Schmitt,

Médico Veterinário


OUTROS ARTIGOS E EDITORIAIS



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |