| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
RESULTADO

SC registra queda de 6% de mortes violentas

Assim como em 2019, o começo deste ano foi também de recuo nos indicadores


Em janeiro deste ano, um homem foi assassinado no bairro Margem Esquerda, em Gaspar / Foto: Divulgação PC/

Assim como ocorreu no ano anterior, o número de mortes violentas segue em queda em Santa Catarina no começo de 2020. Até a segunda-feira (10), foram registrados em todo o estado 94 homicídios, uma queda de 6% em relação a 2019 - o menor índice desde 2014. Os números foram divulgados pelo Colegiado Superior da Segurança Pública e Perícia Oficial.

O balanço também aponta para uma queda nos feminicídios, que caíram de 7 para 3, numa redução de aproximadamente 57%. Em relação aos latrocínios, também há queda (de 4 para 3), o que leva o estado à menor taxa da série histórica quando se considera o tamanho da população. As lesões corporais seguidas de mortes também tiveram redução: de 2 para 1 até o dia 10 de fevereiro.

Segundo o presidente do Colegiado Superior, delegado-geral Paulo Norberto Koerich, a queda da violência representa um avanço, uma vez que a base de comparação já vinha diminuindo. Ele elogiou a integração das forças de segurança e disse que o trabalho segue intenso para manter as estatísticas em queda. "Trabalhamos para diminuir cada vez mais os crimes violentos. Nosso Colegiado se reúne todas as semanas para discutir estratégias que ajudem a trazer mais segurança para a população. A integração tem um papel muito importante nessa redução da violência. Quando se trabalha junto, os resultados aparecem", destaca Koerich.

Gaspar 

Em Gaspar, os últimos dois meses foram movimentados para a equipe de investigação da Polícia Civil. De dezembro para cá, foram registrados três homicídios e um latrocínio na cidade. Dois dos assassinatos ocorreram em dezembro e outros dois em janeiro. Das quatro ocorrências, apenas o latrocínio é mistério. A polícia busca identificar quatro homens que invadiram uma casa, no bairro Óleo Grande, na madrugada de 29 de janeiro, e mataram com quatro tiros José Célio Fantoni, de 52 anos.

De acordo com dados repassados pelo Setor de Investigação e Captura (SIC) da delegacia de Gaspar, o número de assassinatos* diminuiu nos últimos anos. Em 2017 foram 10 crimes, enquanto que em 2018 foram seis. No ano passado, o número se repetiu: seis homicídios.

*Os dados levam em conta apenas as mortes violentas, excluindo, por exemplo, acidentes de trânsito.



LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |