| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
BLACK FRAUDE

Procon identifica irregularidades na 'Black Friday' e alerta consumidores

Aparelho de celualr, por exemplo, está mais caro na 'promoção' do que há 15 dias


Celular está mais caro agora, na "promoção", do que há 15 dias / Foto: Divulgação/

A Prefeitura de Gaspar, por meio da Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon Gaspar), realiza um intenso monitoramento de preços em lojas de eletrodomésticos do município por conta da "Black Friday". Nas últimas semanas, três aferições de preços foram realizadas no comércio local. Foram fiscalizados oito maiores comerciantes locais e monitorados mais de vinte produtos, algumas irregularidades foram notificadas. O foco foram os eletrônicos de uso pessoal e doméstico.

As ações foram realizadas pela necessidade de evidenciar possível "maquiagem de preço" durante a Black Friday, que acontece nesta sexta-feira, dia 27. Ao final da operação, o Procon constatou irregularidades em algumas ofertas, com suspeita de maquiagem do preço ou promoção, os fornecedores já estão sendo notificados para apresentar defesa e corrigir as irregulares imediatamente. 

Um exemplo de irregularidade achada pelo Procon foi o preço de um celular "Samsung Galaxy A01 Core", que nas duas primeiras aferições em uma determinada loja, cerca de 15 a 30 dias antes do flagrante, estava sendo comercializado por R$ 1.090,00. No entanto, nesta semana foi constatada que o celular estava sendo vendido a R$ 1.179,00, como 'promoção'. 

De acordo com o superintendente do Procon de Gaspar, Thiago Zardo, é necessário atenção redobrada na hora da compra. "Nesse período é importante que o consumidor pesquise antecipadamente. Essa prática flagrada é considerada publicidade enganosa, se o consumidor tiver ciência de preços e propagandas enganosas, pode procurar o Procon e realizar uma denúncia", salienta. 

Irregularidades similares são, infelizmente, comuns nesta época do ano. A Black Friday é a campanha de descontos no varejo que se popularizou no Brasil. Conhecida por proporcionar grandes descontos ao consumidor, mega liquidações, prazos de pagamentos longos e ofertas irresistíveis. 

  Confira algumas orientações do Procon: 

- Desconfiar quando achar um produto com preço muito abaixo do mercado. Verificar os antecedentes da empresa, as reclamações, se ela possui CNPJ, endereço de contato, SAC. Depois de efetuada a compra, e se o consumidor não possuir os dados mínimos de contato, não há como proceder com a abertura de reclamação no Procon.

- Cuidar com os sites desconhecidos e sem procedência. Buscar informações com outras pessoas e verificar se o site contém as ferramentas de segurança e certificados, se a loja virtual possui CNPJ e telefone de contato.

- Na compra de eletrônicos/eletros é obrigação do lojista entregar o manual com instruções em Língua Portuguesa, manual de garantia e Nota Fiscal. A recomendação é que se teste o produto antes de sair da loja verificar o funcionamento, tendo em vista que, após retirado o produto do estabelecimento e ocorrer vício, o consumidor terá que encaminhá-lo à assistência técnica e aguardar o prazo de 30 dias.

-O consumidor deve exigir a nota fiscal, pois é seu comprovante de compra e deve ficar atento às promoções.

- Se a compra não chegar ao prazo estipulado, o consumidor poderá solicitar a entrega forçada da mercadoria, ou aceitar outro produto e pedir o cancelamento, com a devolução da quantia paga. O fornecedor deve estipular um prazo de entrega. Contudo, para isso, o consumidor deve ter informações mínimas da loja e documentos comprobatórios da compra.

Para os consumidores que se sentirem lesados ou quiserem denunciar falsos descontos, poderão ligar para o número (47) 3332-9539 ou enviar mensagem para o WhatsApp (47) 99930-3212.

 


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |