| ASSINE | ANUNCIE
MADRE PAULINA

Prefeitura rescinde contrato com empresa

11 Setembro 2018 18:10:00

Além de deixar a obra, a Multiplus terá que pagar uma multa ao município

Redação Jornal Metas
IMG_1474_CAPA.jpg
Foto: Ivan Luchtemberg/Jornal Metas
A obra parou novamente em maio deste ano e a prefeitura decidiu abrir processo administrativo

A novela envolvendo a obra da rua Madre Paulina, no bairro Sete de Setembro, ganhou um novo capítulo nesta semana. Conforme a prefeitura já havia sinalizado anteriormente, o contrato com a empresa vencedora da licitação, a Multiplus Serviços e Obras, foi rescindido na segunda-feira (10). O processo administrativo havia sido aberto em junho deste ano - um mês após a obra parar novamente. Segundo o secretário da Fazenda e Gestão Administrativa de Gaspar, Felipe Juliano Braz, a Multiplus terá ainda que pagar uma multa à prefeitura, no valor de 20% sobre o que deixou de executar - cerca de R$150 mil. De acordo com a prefeitura, a obra, que iniciou em 2014, está com mais de 80% dos trabalhos concluídos. O que falta fazer é uma parte das calçadas e meio-fio e o entroncamento com a rua Itajaí.

Agora, conforme explica Braz, a prefeitura está em tratativas com a segunda empresa vencedora da licitação, a gasparense Pacopedra, para que ela assuma os trabalhos. "Caso a empresa aceite executar o que falta da obra não haverá alterações no valor orçado, exceto as correções e reajustes anuais", afirma. Se a Pacopedra não se interessar pelo serviço, a prefeitura terá que fazer uma nova licitação.    

"Infelizmente a empresa vencedora não cumpriu o contrato e dava sinais que não conseguiria concluir a obra. Fizemos várias conversas, porém, as negociações foram finalizadas e decidimos rescindir o contrato e aplicar uma multa à empresa. Essa é uma medida que adotamos em nosso governo com empresas que não demonstram comprometimento em efetivar o que está no contrato. É preciso que as empresas tenham clareza que aqui em Gaspar, iremos cobrar estritamente o que há no contrato, não adianta a empresa ganhar e não entregar o que está definido", ressalta o prefeito de Gaspar, Prefeito Kleber Wan-Dall. A rua Madre Paulina tem mais de mil metros de extensão e o valor inicial da obra estava orçado em R$ 2.293.843,31, mas precisou ser reajustado em cerca de R$ 100 mil em função da inflação. A obra tem aporte financeiro do governo federal, por intermédio do Programa Pró-Transportes. A contrapartida do município é de 5% sobre o valor total da obra. 

Margem Esquerda
Outra obra que deve ser retomada ainda neste mês é a pavimentação da rua Pedro Simon, importante ligação entre as pontes Hercílio Deeke e Prefeito Dorval Pamplona (Ponte do Vale). O primeiro trecho da pavimentação asfáltica foi finalizado recentemente com recursos próprios da Prefeitura. Agora a obra aguarda a homologação da licitação realizada pelo Governo do Estado para a conclusão de toda a pavimentação da via. A empresa vencedora do pregão foi a Britagem Barracão que deve iniciar os trabalhos até o fim deste mês.


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620