| ASSINE | ANUNCIE
Solidariedade

Pedágio auxilia Abrigo Casa Lar

15 Maio 2018 19:16:43

A ação foi realizada na manhã de sábado (12), com arrecadação de mais de R$ 11 mil

redação Jornal Metas
DSC01243.jpg
Foto: Ana Claudia / Jornal Metas
Os voluntários estavam espalhados em diversos pontos de grande fluxo de veículos na cidade

A comunidade gasparense atendeu ao apelo da direção do Abrigo Institucional Sementes do Amanhã. No sábado (12), vários voluntários se uniram para pedir doações em dinheiro para a instituição que atualmente cuida de 20 crianças que, por determinação da justiça, foram retiradas de seus lares por estarem em situação de vulnerabilidade social ou que tenham sido rejeitadas pelos pais. O pedágio arrecadou R$ 11.457,20, recursos que serão aplicados na manutenção do abrigo.  

Os grupos de voluntários se dividiram em 12 equipes, que se posicionaram em pontos estratégicos da cidade, onde existem sinaleiras, para pedir a doação. A ação começou pela manhã e se estendeu até o início da tarde. A ação contou com o apoio da Ditran (Diretoria de Trânsito).
A coordenadora do abrigo, Gislaine dos Santos, considerou o valor arrecadado satisfatório. “A sociedade gasparense colaborou muito fazendo doações e sendo bastante atenciosa durante o pedágio”, afirma. A Justiça Eleitoral de Gaspar também colaborou, cedendo as urnas para o depósito do dinheiro. Já a APAE, doou sacolas para guardar o dinheiro arrecadado durante as abordagens.

Acolher crianças retiradas do convívio familiar por terem algum direito violado. É este o principal papel do Abrigo Sementes do Amanhã, também conhecido por Casa Lar. A instituição acolhe crianças de zero a 12 anos de Gaspar e Ilhota. O abrigo, localizado no bairro Coloninha, é coordenado pelo Grupo de Apoio a Infância e Adolescência Abrigada (Gaiaa) que, em março, completou 12 anos. 

O Gaia surgiu depois que a entidade que coordenava os trabalhos no abrigo desistiu do trabalho. A saída foi montar um grupo com os próprios funcionários que já atuavam na casa. Um ano após essa decisão, foi criada a diretoria comunitária, envolvendo também empresários e prestadores de serviços. A primeira diretoria do Gaiaa foi constituída em 2007 e até hoje representantes da comunidade a integram.

A Casa Lar é mantida financeiramente pelas prefeituras de Gaspar e Ilhota, cujo repasse mensal praticamente cobre as folhas de pagamento e os encargos sociais, além de despesas básicas de manutenção. Porém, para o lazer das crianças e a compra de alguns materiais é preciso buscar outras fontes de renda, por isso, a realização do pedágio e outras ações.

 


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620