| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
Trânsito

Mais mortes na BR-470 nos dois primeiros meses do ano

09 Março 2018 17:41:01

De acordo com a PRF, nos dos primentos meses do ano morreram 24 pessoas em acidentes contra 13 em 2017

Alexandre Melo - jornalismo3@jornalmetas.com.br
s.jpg
Foto: Arquivo Jornal Metas
As obras de duplicação da BR-470 não influenciam o aumento do número de mortes

Enquanto essa reportagem era produzida veio a informação de mais um acidente com morte na BR-470. Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (9), o motorista de um carro morreu depois do choque com um caminhão nas proximidades da cidade de Apiúna, As estatísticas não param de crescer na rodovia que liga o litoral ao Oeste do Estado, até a divisa com o Rio Grande do Sul. Mas é no trecho que vai de Navegantes a Pouso Redondo, passando por Ilhota, Gaspar, Blumenau, Indaial e outras cidades, que a BR-470 torna-se mais fatal. 

Nos dois primeiros meses de 2017, somente neste trecho, que compreende 197km, 13 pessoas morreram em acidentes, segundo levantamento da Polícia Rodoviária Federal. Neste mesmo período de 2018, o número de mortes saltou assustadoramente para 24.

Para Adriano Fiamoncini, chefe do Núcleo de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal em SC, não existe uma explicação fácil para uma diferença tão grande de mortes entre um período e outro. “A rodovia é praticamente a mesma e já haviam obras em 2017. Além disso, é um trecho muito pequeno e um tempo muito curto (dois meses) para se estabelecer alguma tendência. Precisaríamos de um período de, no mínimo, um ano para se ter uma tendência mais precisa se houve aumento ou diminuição”. argumenta. Segundo o policial, o que pode estar ocorrendo é que as obras tem atrasado muitos motoristas, que podem estar tentando recuperar o tempo perdido nas filas acelerando mais ou realizando ultrapassagens que normalmente não fariam. “Mas também pode ser apenas uma concidência esse aumento exagerado do número de mortes nos dois primeiros meses do ano”, acrescenta.

Especialista em trânsito, Márcia Pontes chama atenção que o número de acidentes foi praticamente o mesmo (250 a 255), mas o que aumentou foi a gravidade. Ela explica que existem três fatores que se somam para o acidente de trânsito: motorista, veículo e a via.  “Você vê motoristas abusando da velocidade, veículos com pneus desgastados e vias com vegetação encobrindo as placas”. Márcia aponta um quarto fator, que é o ambiente. “Janeiro e fevereiro são meses de férias, as pessoas estão mais à vontade, tem a questão do clima, elas querem chegar logo na praia e acabam se ferindo e ferindo outras pessoas. Elas planejam a viagem, mas infelizmente não planejam a segurança da viagem”, observa a especialista.

Você Sabia? 

Que 2017 foi ano com menor número de mortes em acidentes nas rodovias federais de SC. Foram registrados 381 óbitos. A BR-470, é a terceira rodovia, entre as nove que cortam o estado, com maior número de mortes: 81. 

Fiscalização

Para o educador de trânsito, o policial militar rodoviário estadual, Emerson Andrade, as obras de duplicação em nada influenciam no aumento do número de acidentes, na rodovia assim como a falta de fiscalização que inclusive, aumentou no último ano. “Se você pegar os números da PRF vai ver que houve um aumento no número de infrações em 2017”, revela Andrade. Por isso, ele credita o aumento do número de mortes na BR-470 à imprudência, negligência e imperícia dos motoristas. “É verdade que esse trecho da rodovia é crítico, mas os últimos acidentes com óbitos ocorreram justamente em trechos onde não havia obras”. O policial critica a demora na conclusão da duplicação. “Se há dez anos essa obra tivesse sido finalizada, muitas das colisões frontais, causa maior de mortes, teriam sido evitadas e certamente menos pessoas teriam morrido”, finaliza


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |