| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
MAIO AMARELO

Jovens orientam motoristas em Gaspar

14 Maio 2019 17:38:00

Blitz Educativa foi realizada na terça-feira (14), com a participação dos alunos do 'Cidadão Consciente'


Foto: Kássia Dalmagro / Jornal Metas /

Motoristas que trafegaram pela Avenidas das Comunidades, próximo ao binário da Parolli, durante a manhã de terça-feira (14) foram abordados por uma turminha prá lá de especial. A bliz educativa contou com a participação dos alunos dos nonos anos da Escola Norma Mônica Sabel, que frequentam as aulas do programa "Cidadão Consciente", aplicado em Gaspar pelo Corpo de Bombeiros, com o apoio da Diretoria de Trânsito (Ditran). Na oportunidade, os adolescentes entregaram aos motoristas folders com dicas e orientações de trânsito e também uma rosa amarela. A ação, conforme explica o comandante do Corpo de Bombeiros de Gaspar, tenente Douglas Machado, integrou a programação do Maio Amarelo - movimento nacional que tem como proposta chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito. E o objetivo da blitz foi justamente este. "As estatísticas mostram que 98% dos acidentes são causados por ação humana. Ou seja, é preciso mudar a conduta não só dos motoristas, mas também dos ciclistas e pedestres. Todos devem entender que as regras de trânsito precisam ser respeitadas. Esta orientação já é trabalhada com os adolescentes ao longo do programa e, com a blitz educativa, nosso propósito foi levar este alerta a todas as pessoas", explica.

Segundo o comandante, são atendidos, em média, pelos bombeiros, dois acidentes de trânsito por dia em Gaspar. "Hoje, 50% das ocorrências geradas ao Corpo de Bombeiros no município são acidentes de trânsito, é nossa maior demanda. Então é preciso mostrar à comunidade que alguém está preocupado com estes números e, assim, estimular a reflexão e mudança de comportamento", ressalta o comandante. Durante a abordagem aos motoristas, os adolescentes foram acompanhandos pelos bombeiros, agentes de trânsito, policiais militares e policiais rodoviários estaduais.


Foto: Kássia Dalmagro / Jornal Metas /

O bombeiro e um dos instrutores do Cidadão Consciente em Gaspar, sargento Gil Vicente Pereira, explica a escolha do local onde a blitz educativa foi realizada. "Em outubro do ano passado, uma criança que atravessava a rua na faixa de pedestres foi atropelada e arrastada por um veículo nesta via. Agora, este trecho passou a ter três pistas de rolamento e muitos motoristas não respeitam o limite de velocidade exigido. É um trecho com intenso tráfego de veículos, já que a via dá acesso à cidade de Brusque e ao litoral", diz. Para chamar a atenção dos motoristas, os adolescentes levaram cartazes indicando a velocidade máxima: 40Km/h. A "morte" também acompanhou o grupo. "Tivemos a ideia da caracterização para chamar a atenção dos motoristas e fazer com que as pessoas reflitam sobre o assunto. É preciso mudar este comportamento, os números de acidentes são muito altos", afirma João Ítalo de Oliveira Silva, 16 anos, o aluno que "incorporou" a morte. O colega Natã Alves de Senes, 14 anos, também participou da ação. Ele disse que a blitz educativa foi importante, pois foi uma forma de conscientizar a comunidade. "A população precisa fazer a sua parte para termos um trânsito mais seguro. Achei interessante virmos para a rua e mostrar para as pessoas o que aprendemos com o programa na escola", disse.

Valdir Shietz, 65 anos, foi um dos motoristas abordados pelos adolescentes, Ele disse não se importar com os minutos perdidos e elogiou a iniciativa. "Hoje, o trânsito está muito violento, então toda ação de prevenção é válida. Ações como esta deveriam ser feitas sempre e não apenas durante o Maio Amarelo", defende.

No dia 30 deste mês, os alunos do Cidadão Consciente voltarão a se reunir, desta vez na Praça Getúlio vargas, onde participarão de um simulado de acidente de trânsito.

O movimento

"No trânsito, o sentido é a vida". Este foi o tema aprovado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para o "Maio Amarelo" de 2019. Assim como no ano passado, ele propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.  

Segundo levantamento feito pela Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, em nove estados brasileiros o trânsito deixou, em 2018, mais vítimas fatais do que os crimes de homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. São Paulo e Minas Gerais lideram a lista, com 5.462 e 4.127 sinistros pagos por acidentes fatais no trânsito contra 3.464 e 3.234 óbitos por crimes violentos, respectivamente. Na sequência à estão Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e Piauí.


Foto: Kássia Dalmagro / Jornal Metas /


Foto: Kássia Dalmagro / Jornal Metas /


Foto: Kássia Dalmagro / Jornal Metas /


Foto: Kássia Dalmagro / Jornal Metas /


Foto: Kássia Dalmagro / Jornal Metas /


Foto: Kássia Dalmagro / Jornal Metas /















LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |