| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
PANDEMIA

Gaspar registra aumento no número de casos de COVID

Equipes de fiscalização e vigilância do Estado de Santa Catarina estão em alerta para o feriadão prolongado

Alexandre Melo



Especialistas em epidemiologia alertam para um aumento significativo do número de casos de COVID-19 em Santa Catarina nas últimas duas semanas. A preocupação cresce na medida em que se aproxima mais um fim de semana prolongado, com feriado do Dia de Finados, na próxima segunda-feira (2). As previsões indicam que esse deverá ser o feriado com maior movimento de pessoas, o que pode provocar uma elevação ainda maior no número de casos. O Médio Vale do Itajaí registrou aumento, porém, a região ainda se mantém com classificação risco "Alto", porém, a Foz do Rio Itajaí, para onde muitos gasparensese devem se deslocar no feriado saiu de risco "Alto" para "Grave". O Alto Vale do Rio Itajaí, Serra Catarinense e Oeste Catarinense também entraram para a classificação Grave, totalizando oito regiões nestas condições (cor laranja no mapa). Outras quatro regiões se mantiveram no nível Alto: Extremo-Oeste, Grande Florianópolis, Laguna e o Extremo Sul, que se somam a outras quatro que ingressaram neste nível. Apenas duas regiões do Estado estão em risco reduzido: Alto Uruguai e Planalto Norte.

O aumento do número de regiões em risco Grave traz um alerta para a evolução da Covid-19 no Estado. "A maioria das regiões ainda não tem uma capacidade de atenção em leitos de UTI esgotada e preocupante, no entanto nós precisamos ficar bastante atentos porque o nível grave, ou a classificação laranja ela se dá imediatamente anterior ao nível gravíssimo que é aquilo que nós queremos evitar", explica a epidemiologista do Centro de Atenção de Emergência em Saúde, Maria Cristina Vileman.

Risco Potencial Grave
Alto Vale do Itajaí
Extremo Oeste
Extremo Sul Catarinense
Foz do Rio Itajaí
Grande Florianópolis
Laguna
Oeste
Serra Catarinense

Em Gaspar, houve um aumento no número de casos nas últimas semanas. De acordo com o boletim da Secretaria Municipal da Saúde, há duas semanas, haviam 34 pessoas em isolamento com a doença ou com suspeita. O número agora é de 91 pessoas em isolamento até quarta-feira, dia 28. Já os casos confirmados saltou de 2.414 para 2.628 nos últimos 14 dias. No momento, sete pessoas estão internadas em tratamento por COVID-19. Há 14 dias, eram seis.



Fiscalização intensa

Equipes de fiscalização e vigilância do Estado de Santa Catarina e dos municípios da região da Grande Florianópolis estarão nas ruas fiscalizando e promovendo o devido cumprimento das regras sanitárias durante o feriado prolongado de Finados.

A primeira reunião para acerto das ações foi realizada na terça-feira, 27, após alerta do secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro. Nesta quinta-feira, 29, um novo encontro reuniu representantes da Secretaria de Estado da Saúde, prefeituras da região, Polícia Civil, Polícia Militar, Grupo de Ações Coordenadas (GRAC), Defesa Civil e vigilâncias sanitárias municipais e estadual. 

De acordo com a Superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Raquel Bittencourt, foi apresentado um diagnóstico do cenário atual da pandemia e dos reflexos da aglomeração registrada no feriado de 12 de outubro no número de casos diários. A região da capital vem apresentando alta em número de casos nos últimos dias. Apenas no boletim desta quarta-feira, 28, foram registrados 1065 novos casos nos municípios de Florianópolis, São José e Palhoça. 

Foi definida que uma ação será realizada já no final de semana com foco nas praias, parques e rotas gastronômicas. 

"Ficou acertado que a Vigilância Sanitária irá fiscalizar restaurantes, hotéis e bares para avaliar o cumprimento das regras sanitárias referente à pandemia de Covid-19", afirma. "A Vigilância estadual e suas regionais irão a campo durante todo o feriado para apoiar as demandas dos municípios". 

Além das ações de fiscalização, a Diretoria Estadual de Vigilância Sanitária elaborou uma nota técnica visando trazer orientações à população no sentido de evitar aglomerações no dia 2 de novembro, dia de Finados. 

A nota traz orientações para prevenção do contágio por Covid-19 no que tange, principalmente, ao acesso aos cemitérios e seus entornos. E pontua também cuidados que devem ser tomados para evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti. 

Vigia Covid

O cidadão pode denunciar aglomerações ou descumprimento de regras sanitárias. Os contatos para todas as situações você encontra no Projeto Vigia Covid


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |