| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
TRAGÉDIA NO RIO

Flamengo culpa queda energia pelo incêndio em CT

09 Fevereiro 2019 23:20:00

Presidente-executivo do clube afirmou, neste sábado, que os 'picos' de energia provocaram o incêndio que matou dez pessoas

Alexandre Melo/JORNALIMSO3@JORNALMETAS.COM.BR E INFORMAÇÕES AGÊNCIA BRASIL

O Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro identificou a oitava vítima do incêndio que atingiu o alojamento do Centro de Treinamento (CT) do Flamengo, conhecido como Ninho do Urubu, na madrugada da última sexta-feira (8). Trata-se de Rykelmo de Souza Viana, que jogava como volante. Outros sete corpos foram liberados pela manhã, entre eles os dos dois catarinenses mortos na tragédia, Bernardo Pisetta e VitorIsaías, ambos de 15 anos. Os corpos chegaram a Santa Catarina no começo da noite deste sábado (9) e serão velados durante todo o domingo.

Em pronunciamento na manhã deste sábado, o presidente-executivo do Flamengo, Reinaldo Belotti, culpou os picos de energia provocados pelas chuvas que atingiram o Rio de Janeiro como causa do incêndio no centro de treinamentos que matou 10 jovens das categorias de base do clube. Ele também minimizou a ausência de alvarás e de licenças como causas para a tragédia e alegou que o clube fez manutenções recentes nos aparelhos de ar-condicionado.


"Aquilo não era um puxadinho que o clube escondia. Era um alojamento confortável, adequado à sua finalidade. A estrutura organizacional do Flamengo fez preventivamente uma manutenção em todos os aparelhos de ar-condicionado e isso pode ser mostrado para quem quiser", declarou Belotti.

O dirigente rubro-negro também defendeu as instalações do alojamento dos atletas de base do clube e reiterou a cooperação com o Corpo de Bombeiros para o resgate das vítimas. Segundo a prefeitura do Rio, o projeto enviado às autoridades previa um estacionamento no local, e o clube pagou apenas 10 de 31 multas emitidas por infrações.

"Isso não tem nada a ver com o acidente que ocorreu. Temos providências a tomar para o CT ser legalizado. Estamos trabalhando para isso. Precisávamos de nove certificados, já temos oito. Estamos trabalhando com os bombeiros", acrescentou Belotti.

Segundo o presidente-executivo do Flamengo, os ventos entre 110 e 120 quilômetros por hora que atingiram o Rio de Janeiro na noite de quarta-feira (6) não afetaram as instalações do Centro de Treinamento George Helal, também conhecido como Ninho do Urubu. Ele, no entanto, disse que a região da Vargem Grande foi muito atingida, provocando picos de energia na área que podem ter se refletido nos aparelhos de ar-condicionado do alojamento e ocasionado o incêndio.

"Nós tivemos queda de postes, que atingiram a alimentação e a energia elétrica do CT. As condições do tempo e os picos de energia talvez tenham influenciado no funcionamento regular do ar-condicionado", declarou.

Apesar dos pedidos para responder aos vários questionamentos dos jornalistas, Belotti saiu sem falar com a imprensa. Ele não respondeu por que o espaço era usado como dormitório sem autorização, nem por que deixou de informar aos órgãos responsáveis a mudança de destinação da área de estacionamento. Ele também não detalhou as infrações que justificaram as 31 autuações da prefeitura do Rio.

A prefeitura do Rio de Janeiro informou neste sábado, por meio de nota, que o Flamengo pagou somente 10 das 31 multas aplicadas por irregularidades no licenciamento do centro de treinamento do clube. 


Acesse e leia: Catarinenses estão entre os mortos de incêndio no CT do Flamengo: https://bit.ly/2Gg9Uen



LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |