| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
ÉTICA

Um exemplo de honestidade no Margem Esquerda

Jovens encontram bolsa com grande quantidade de dinheiro e devolvem para a dona

Kássia Dalmagro - jornalismo2@jornalmetas.com.br
IMG_6701.JPG
Foto: Kássia Dalmagro/Jornal Metas
Willian (esq.), Cida e Rodrigo durante o reencontro ocorrido na tarde de segunda-feira (11)

O que você faria se encontrasse caída ao chão uma bolsa com R$2 mil dentro? Tentaria encontrar a dona para devolver os pertences, inclusive o dinheiro? Foi justamente isso que fizeram os adolescentes Rodrigo Silva Vargas, de 15 anos, e Willian dos Santos Fonseca, de 17. No início do mês, os amigos voltavam a pé do treino de futebol na Sociedade União quando, alguns metros depois do clube, viram a bolsa caída no meio da rua Luiz Franzói, no bairro Margem Esquerda. “Um carro quase passou por cima da bolsa, mas conseguimos pegá-la a tempo. Abrimos para ver se tinha algum documento dentro e vimos que tinha o dinheiro. Nosso primeiro pensamento foi tentar localizar a dona, pois poderia ser alguém que estava precisando muito do dinheiro”, afirma Rodrigo. 

Para isso, ele e o amigo pegaram um dos celulares que estava na bolsa e discaram para o primeiro número da lista. Por coincidência ou sorte, o número discado era da filha de Maria Aparecida da Silva, a Cida, dona da bolsa. “Explicamos para ela o que tinha acontecido e perguntamos onde a mãe dela morava. Como não era muito distante da nossa casa, resolvemos ir procurá-la”. Para tentar reconhecer Cida, os adolescentes pegaram seu documento de identidade.

No meio do caminho, os amigos conseguiram encontrar a mulher, que voltava dessperada para ver se achava a bolsa. Cida trabalha no Posto de Saúde Central e naquele dia, após fechar a unidade, como faz sempre, foi para casa de bicicleta. Ela colocou a bolsa no bagageiro e não percebeu que ela havia caído no chão. Ela só se deu conta de que a bolsa não estava mais com ela quando parou em uma residência para pegar a neta. “Na hora eu fiquei desesperada. Além do dinheiro, todas as chaves do posto estavam na bolsa, além de todos os meus documentos e cartões de crédito”, diz. Apesar de ter voltado, Cida não acreditava que iria encontrar a bolsa ainda com todos seus pertences. “Eu vinha conversado com Deus, pedindo para ele me ajudar a encontrar a bolsa. Foi quando os adolescentes me acharam. Eles são anjos que Deus colocou no meu caminho. Não mexeram em nada, devolveram a bolsa com absolutamente tudo que havia dentro”. O dinheiro é para Cida pagar algumas melhorias em sua casa. 

No momento, eufórico por ter recuperado a bolsa, Cida nem conseguiu agradecer direito Rodrigo e Willian. Por isso, na segunda-feira (11) ela fez questão de ir até a casa deles para reconhecer o gesto e dar uma recompensa à dupla. “Foi uma atitude nobre. Nos dias de hoje é raro isto acontecer. Mas só de olhar nos olhos deles vi que são pessoas honestas, corretas”, emociona-se a servidora pública.

Os amigos dizem que fizeram a única coisa que podia ser feita. “Nada daquilo era nosso. Tínhamos que devolver para a verdadeira dona”, ressalta Willian.

 

LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |