| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
ACHADO

Sessenta anos depois, morador encontra marco de unidade de saúde

03 Setembro 2015 14:48:00

JM tenta desvendar o mistério: quem colocou um vidro contendo moedas e dois exemplares de jornais

Kássia Dalmagro/jornalismo2@jornalmetas.com.br

Foto

Fazer com que um objeto ou informação se perpetuem e sejam encontrados pelas futuras gerações. Estes são, basicamente, os objetivos da "cápsula do tempo" - capaz de despertar curiosidade e emoção ao revelar fragmentos da história e lembranças esquecidas. Foi este misto de sentimentos que teve o morador do bairro Bateias, José Ângelo Brasiani, de 55 anos, na tarde de segunda-feira (1º), ao revirar os entulhos da antiga unidade de saúde de Gaspar, demolida pela prefeitura no sábado (29). Em determinado momento, algo chamou a sua atenção. "Em uma coluna de concreto vi que havia um vidro grande de conserva. Apenas parte dele estava para fora e percebi que o recipiente continha um papel amarelado. Achei que pudesse ser importante e, por isso, quebrei o vidro para ver o que havia dentro", relata Brasiani.

Ao pegar o material, veio a surpresa: dentro do vidro havia dois exemplares de jornais publicados há mais de 60 anos, a ata do lançamento da pedra fundamental do prédio e moedas antigas. Os jornais eram A Voz de Gaspar, de 4 de setembro de 1954; e Diário da Tarde, de Florianópolis, do dia 27 de agosto do mesmo ano. "Fiquei surpreso quando vi o material e, ao mesmo tempo, muito feliz", admite Brasiani. Ele conta que foi até os entulhos, levados pela Prefeitura para a Arena Multiuso, pois costuma, no tempo livre, catar materiais recicláveis na cidade, como ferro e cano de pvc. No período matutino, o morador do Barracão é empregado da Linhas Círculo. E foi justamente as fotos antigas da empresa, estampadas em um dos jornais encontrados, que mais despertou a sua curiosidade. "A empresa era tão diferente, principalmente a sua fachada", observa.

Consciente da importância do material, mas sem saber o que fazer com ele, Brasiani teve a ideia de entregar os jornais e a ata para o sobrinho, Anísio Lana, que é apaixonado por história. "Pensei que ele saberia dar o destino correto para o material", diz. As moedas, Brasiani deu para o filho, José Vitor, de 14 anos, que coleciona dinheiro antigo. "Eu tinha vontade de encontrar alguém que participou da construção do prédio ou conhecer alguém que testemunhou este ato. Acredito que o vidro foi concretado junto à coluna para que se, um dia ele fosse demolido, sua história não fosse apagada".

O sobrinho, que recebeu o material, acredita que a "cápsula do tempo" quer dar um aviso às autoridades. "Todas as construções antigas estão sendo demolidas e, com elas, a memória da nossa cidade. Enquanto tudo que é antigo vai ao chão, pelas diversas desculpas, dentro da Câmara de Vereadores, o Plano Diretor não é votado, e nele se inclui a lei de preservação do patrimônio histórico do município", lamenta. Segundo ele, dados de um levantamento feito em 2013 indicavam que em Gaspar havia, naquela época, 42 imóveis na linha de preservação. Anísio explica que como Gaspar não possui museu, ele irá entrar em contato com a historiadora Sueli Petry, para que o material possa ser preservado no Arquivo Histórico de Blumenau.

Ambas as publicações guardadas no vidro encontrado por Brasiani traziam na capa a notícia da inauguração do atual prédio da prefeitura de Gaspar. A programação dos festejos, que contou com a presença do governador de Santa Catarina na época, Irineu Bornhausen, incluía também o lançamento da pedra fundamental do Posto de Saúde e da Delegacia de Polícia Civil, realizado no dia 28 agosto de 1954. Na época, o prefeito de Gaspar era Júlio Schramm. Não se sabe exatamente quando a obra do prédio da unidade de saúde central de Gaspar foi concluído e inaugurado. Todavia, uma informação extraoficial dá conta de que isto teria acontecido por volta de 1960, ainda na administração do prefeito Júlio Schramm. A reportagem do Jornal Metas está tentando localizar algum morador da cidade que possa ajudar a contar a história da construção do prédio da unidade de saúde de Gaspar. O contato pode ser feito com a redação no 3332-1620 ou pelas redes sociais: whatsapp (9657-9161) ou, ainda, no facebook, na página Jornal Metas.

Imagens


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |