| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
PREVENÇÃO

Novembro é o mês de conscientização para saúde do homem

Ações serão realizadas para chamar a atenção para a saúde do homem


Depois do "Outubro Rosa", que chama a atenção para a saúde da mulher, entramos no "Novembro Azul" - mês de conscientização à prevenção de doenças masculinas, com ênfase ao câncer de próstata. O tipo é o segundo mais comum entre os homens brasileiros - a cada sete minutos, um paciente recebe o diagnóstico da doença no país. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), estima-se que até o fim de 2019 serão diagnosticados 68 mil novos casos de câncer de próstata no Brasil. "Ou seja, a doença tem um impacto importante na saúde masculina", alerta o urologista Rodrigo Monnerat, um dos conselheiros da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

O tumor mata cerca de 25% dos pacientes mas, segundo o médico gasparense, quando detectado precocemente as chances de cura são superiores a 90% - por isso a importância da campanha que, neste ano, adotou como lema "Seja o herói da sua saúde". "É muito importante que o homem procure um urologista e faça os exames anuais. O diagnóstico precoce é o que traz a vantagem para pacientes acometidos por esse tumor", afirma Monnerat. A recomendação, de acordo com o médico, é que o exame seja feito pelos homens a partir dos 50 anos. "Já para os pacientes que apresentam algum fator de risco, como histórico de câncer na família, a idade recomendada baixa para 45 anos", explica Monnerat.

Alerta

Apesar do foco da campanha ser a prevenção do câncer de próstata, a intenção da SBU ao promover o Novembro Azul é mostrar ao homem a importância de cuidar da saúde de maneira geral. ""Queremos alertar não só para a saúde da próstata, como também incentivar o homem a olhar mais para a sua saúde, fazer exames que podem prevenir uma série de outras doenças. As mulheres culturalmente têm esse cuidado, mas os homens só vão ao médico quando não se sentem bem. Ter a consciência de que é preciso também fazer um check-up é fundamental", aponta o coordenador do Novembro Azul da SBU, dr.Geraldo Faria. 


- Estima-se que, em 2019, mais de 68 mil novos casos de câncer de próstata serão diagnosticados no Brasil;

- O câncer de próstata é o segundo tipo mais frequente no homem, ficando atrás somente do câncer de pele;

- Quando detectado precocemente, as chances de cura são superiores a 90%


Entenda

A próstata é uma glândula do tamanho de uma noz, que se localiza na saída da bexiga. Ela produz um líquido que nutre e protege os espermatpzóides, portanto ela participa do sistema reprodutor masculino. São basicamente três doenças que podem ocorrer nesta glândula: as prostatites, que são ifecções (agudas ou crônicas); o crescimento benigno, que chamamos de hiperplasia; e o crescimento maligno, que é o câncer de próstata.    

Diagnóstico

Existem dois tipos de exames: a medição do PSA, uma proteína produzida pela próstata que circula no sangue, e o toque retal. Quando a medição do PSA dá alterado, é sinal de doença prostática, mas não especificamente de câncer. Já no toque retal, o urologista consegue tocar a zona periférica da próstata, onde 75% das vezes o câncer está localizado. Depois de diagnosticada a doença, inicia-se o tratamento que pode envolver radioterapia, quimioterapia e cirurgia.  


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |