| ASSINE | ANUNCIE
| | | |

SEGURANÇA PÚBLICA

Ameaças a escolas pode ter sido uma 'brincadeira'

25 Março 2019 17:59:00

Essa é uma das hipóteses levantadas pela polícia civil, porém, depoimentos e investigações continuam

Alexandre Melo


Divulgação/Polícia Militar manteve vigilância em frente à escola José Elias

A Polícia Civil também trabalha na linha de investigação de que as ameaças de atentado contra escolas de Ilhota e Gaspar pode ter sido "brincadeira" de um grupo de adolescentes na rede whastapp. As investigações vão continuar até estar tudo esclarecido. Na tarde desta segunda-feira (25), um dos adolescentes envolvidos, morador de Ilhota, compareceu à Delegacia de Polícia da Comarca de Gaspar, acompanhado dos pais, para dar depoimento ao delegado Bruno Effori. Mais cedo, autoridades policiais e prefeito de Ilhota se reuniram com representantes da justiça, no Fórum da Comarca de Gaspar para tratar do caso. 

As ameaças contra escolas e alunos de Gaspar e Ilhota foram publicados em um grupo de Whatsapp no último dia 19, mas ganharam força na sexta-feira, dia 23, quando alunos da Escola José Elias, no bairro Minas, no município vizinho, relataram o fato à diretoria da escola. Nas mensagens postadas no grupo de whatsapp, os autores das ameaças questionaram os estudantes da José Elias se eles preferiam morrer com tiro, serem explodidos ou queimados.

Nas redes sociais, o fim de semana foi de cobrança de pais para que a Prefeitura de Ilhota tomasse providências administrativas para garantir a segurança dos estudantes no retorno às aulas nesta segunda-feira. A prefeitura, então, decidiu suspender as aulas somente na José Elias e o prefeito Érico Oliveira, o Dida, foi pessoalmente à escola conversar com os pais e responsáveis a fim de tranquilizá-los. A Polícia Militar também esteve na escola e a segurança foi reforçada na porta de outras escolas do município. A Polícia Civil também foi acionada para investigar o caso, depois que a Secretaria de Educação do município registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) ainda na sexta-feira. Nesta terça-feira, as aulas serão retomadas normalmente na José Elias.

Em sua rede social, o prefeito Dida também prometeu fazer um levantamento nas escolas de Ilhota na tentativa de identificar crianças com potencial para cometer este tipo de ato. "Começaremos na segunda-feira uma blitz nas escolas do nosso município para tentar identificar crianças em potencial a tal ato, para junto à Secretaria de Assistência Social, junto ao Conselho Tutelar, psicólogas e assistentes sociais e todo o aparto que dispõe nosso município para monitorar crianças que se encontram isoladas das demais e que sofrem bullying, para então dar suporte às famílias que é a única coisa que podemos fazer". As ameaças também atingiram uma escola de Gaspar, porém, a diretoria afirmou ter passado todas as informações para a polícia. As aulas transcorreram normalmente nas escolas de Gaspar nesta segunda-feira, o que vai se repetir nesta terça-feira. 



LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |