| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
DE VOLTA PRA CASA

Antonella Cunha está de volta ao Brasil

Depois de 25 dias nos Estados Unidos, a menina retornou ao Brasil na manhã desta terça-feira (25)

Alexandre Melo


Antonella passa bem depois do início do tratamento nos Estados Unidos

A pequena Antonella Garcia Cunha Moro já está de volta ao Brasil. Na manhã desta terça-feira (25), ela e seus pais desembarcaram no aeroporto de Navegantes. Um vídeo, que circula nas redes sociais, mostra o momento da chegada e todo o cuidado da equipe do Samu para o transporte até Blumenau, onde a menina mora com os pais. Antonella, de um ano e nove meses, permaneceu nos Estados Unidos por mais de 20 dias, para que recebesse a dose do remédio Zolgensma, que faz parte de um tratamento inovador conhecido como terapia gênica. Antonella sofre de uma doeança rara, conhecida por Amitrofia Muscular Espinhal (AME), que causa fraqueza e atrofia da musculatura, além do comprometimento motor e dificuldade para respirar, entre outros sintomas que podem levar à morte. Desde que nasceu, a menina já passou por sete cirurgias. O tratamento nos Estados Unidos é o único que pode dar a ela um desenvolvimento sadio e a vida muito próxima do normal. 

A dose do remédio foi aplicada no dia 13 fevereiro, no Hospital Rainbow Babies & Children's, localizado no estado de Ohio, nos Estados Unidos. Durante toda a permanência da família nos Estados Unidos, a mãe, Evelize Cunha Moro e o pai Juliano, foram relatando os procedimentos da equipe médica. Antonella precisou se submeter a vários exames, para se ter certeza  que o organismo dela estava apto a receber a medicação. .

Antonella também passou por consultas com vários especialistas e a equipe de Otorrinolaringologia encontrou alguns granulomas na traquéia de Antonella, que precisarão ser removidos por cirurgia. O procedimento, porém, será feito agora, que ela já passou pela terapia gênica.

O caso

Antonella nasceu em maio de 2018 e a AME foi descoberta quase um ano depois, em abril de 2019. Foi quando os pais da criança, Evelize Cunha e Juliano Garcia Moro, iniciaram nas redes sociais uma campanha para arrecadar dinheiro e comprar as doses do medicamento que inibe o avanço da doença. Rapidamente, uma grande corrente humana se formou em prol da criança e a arrecadação ultrapassou R$10 milhões - valor necessário para custear a medicação e a internação no hospital dos Estados Unidos. A princípio, Antonella seria submetida a seis doses do Zolgensma. O tratamento deve continuar no Brasil. A equipe de reportagem tentou contato com os pais, mas ainda não obteve retorno.


Imagens

LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |