| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
LARES

Gaspar vai dividir abrigos com outros municípios

Convênio, assinado essa semana, abriu vagas para quatro cidades do Vale do Itajaí


Convênio entre Gaspar e cidades da região foi assinado nesta semana / Foto: Divulgação /

Agora, as despesas mensais da prefeitura de Gaspar com a Casa Lar Pequeno Anjo, Casa dos Meninos e Casa das Meninas, que abrigam crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, serão divididas com outros quatro municípios da região. Nesta semana, a Secretaria de Assistência Social e a entidade beneficente Ação Social e Cidadã firmaram um convênio com as cidades de Ascurra, Apiúna, Rodeio e Pomerode. Ou seja, estes municípios, que não possuem abrigos, terão o direito a vagas nos lares de Gaspar. Ao todo, as cidades irão repassar R$46 mil mensais para a Ação Social Cidadã, sendo R$27 mil de Pomerode e R$19 mil dos demais municípios. Conforme explica o secretário de Assistência Social de Gaspar, Santiago Martin Navia, das vagas disponíveis nos abrigos cinco delas serão reservadas para Pomerode (duas na Casa das Meninas, uma na Casa dos Meninos e duas na Casa Lar) e quatro vagas para Ascurra, Apiúna e Rodeio (uma na Casa das Meninas, uma na Casa dos Meninos e duas na Casa Lar).

"O convênio é um importante avanço, pois iremos dividir os custos de um serviço que era muito caro para a cidade, que arcava sozinha com todas as despesas. Com este retorno dos outros municípios iremos potencializar as ações de prevenção", ressalta o secretário. Ele explica que o custo mensal para manter os três abrigos funcionando é de aproximadamente R$94 mil, independente do número de crianças e adolescentes assistidos. Hoje, a Casa Lar oferece 20 vagas e atualmente somente oito delas estão ocupadas; a Casa dos Meninos 18 vagas (hoje sete ocupadas) e a Casa das Meninas 16 (oito ocupadas).

Segundo Santiago, durante o processo de adaptação, as equipes técnicas compostas por assistentes sociais, psicólogos e pedagogos realizarão reuniões de acordo com a necessidade das crianças e adolescentes. Os encontros terão como objetivo discutir os casos e aproximar a instituição de acolhimento e os municípios.

Atendimento 

Para o prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall, com o novo convênio o trabalho desenvolvido no município será aprimorado. "Queremos um trabalho social cada vez mais eficaz na cidade e essa é uma oportunidade para aprimorarmos o suporte e a assistência e suas demandas. Mas, o mais importante é que estamos garantindo o bem estar das crianças e adolescentes que acolhemos em nossas casas em Gaspar", diz.



LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |