| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
SANEAMENTO BÁSICO

Esgoto incomoda moradores no bairro Gasparinho

Comunidade afirma que o problema começou depois que Prefeitura realizou obras no local

Redação Jornal Metas
esgoto2.jpg
Foto: Giovanni Ramos / Jornal Metas
Problema ocorre há quase um ano

Imagine não poder abrir as janelas de casa em pleno verão, pois o odor que vem de um terreno nos fundos de casa é muito forte. Ou então, cozinhar com as janelas da cozinha fechadas pelo mesmo motivo. É o que vem acontecendo na casa de Andréia Araújo dos Santos. 

A moradora da rua Guilherme Wilbert, no bairro Gasparinho sofre há quase um ano com problemas de saneamento em um terreno ao lado de casa, uma situação que piora muito no verão. “A gente tem que dormir com a janela fechada, cozinhar com a janela fechada e não pode deixar as crianças brincarem no quintal, porque o cheiro é tão forte que pode dar dores de cabeça, náuseas ou até outros problemas”, comenta Andréia.
O problema tem origem numa canalização de esgoto feita em um morro na rua de trás da casa dela. A obra foi feita no verão passado, mas desde março de 2015 um buraco vem se formando, de onde vem o mau cheiro. “Antes, o esgoto parava num matagal no alto do morro, longe das casas. Aí, eles fizeram a obra, canalizaram tudo e isso deveria resolver os problemas. Mas deve ter tido um vazamento, algo parecido, o fato é que o esgoto vazou, abriu um buraco e o fedor começou a tomar conta. Teve uma obra de pavimentação de uma rua no alto do morro, isso foi depois deles colocarem a tubulação, pode ter influenciado”, afirma José Arnoldo Zen, vizinho de Andréia.

Ele conta que a esposa costura em casa, mas as janelas também precisam ser fechadas, inclusive no verão, por causa do cheio. Segundo ele, os vizinhos já ligaram diversas vezes para a Prefeitura, mas até agora o problema não foi resolvido. “Quando dá uma chuva forte, a situação melhora um pouco e o cheiro diminui. Mas na semana passada, por exemplo, estava insuportável”, reclama. “O odor diminui nas chuvas, mas vem os ratos, uma vizinha está se incomodando muito”, completa Andréia, lembrando que o bueiro do esgoto está destapado.

Contraponto
A reportagem do Jornal Metas entrou em contato com a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos de Gaspar para saber a situação dos moradores do Gasparinho. O secretário Lovídio Bertoldi informou que a Prefeitura já está ciente da situação, que deverá ser resolvida em breve. “Esse caso já está na nossa mão e ainda nesta semana a Secretaria de Obras vai mandar alguém lá para analisar as causas do mau cheiro. Provavelmente temos um vazamento no começo do morro, mas vamos deixar o técnico conferir no local; Logo, essa situação estará resolvida”, garantiu o secretário.

LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |