| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
DESLIZAMENTO

Ditran ajusta rota alternativa

Desde terça-feira (25), quem trafega no sentido Centro - bairro Bela Vista deve entrar no beco Inês Baron


Veículos que trafegam no sentido Centro - bairro Bela Vista podem seguir até o beco Inês Baron / Foto: Ivan Luchtemberg - Jornal Metas/


Motoristas que trafegam no sentido Gaspar - Blumenau devem ficar atentos a um pequeno ajuste feito pela Diretoria de Trânsito (Ditran) de Gaspar na rota alternativa, que está sendo utilizada devido à interdição total da rua Anfilóquio Nunes Pires. Desde terça-feira (25), os veículos que seguem do Centro para o bairro Bela Vista devem acessar a rua Paulo Evaldo Gaertner pelo beco Inês Baron, ao lado da Igreja Assembleia de Deus. Antes, o trânsito estava sendo desviado no Supermercado Top.

A mudança, de acordo com a Ditran, foi feita para agilizar o tráfego e minimizar os impactos na via provisória. A sinalização já foi modificada e as empresas do transporte coletivo também já foram avisadas sobre a mudança.

A Prefeitura também reforça que não é permitido o tráfego de veículos com mais de quatro toneladas pela rota alternativa. Estes veículos devem utilizar, obrigatoriamente, a BR-470, com exceção dos ônibus coletivos. Segue também a orientação para que os motoristas trafeguem com velocidade máxima de 40km/h e respeitem a sinalização e os moradores do local. Além disso, a via temporária passa por uma área residencial, com ruas estreitas e é necessário prezar pela vida e integridade física dos moradores.

Contenção

Desde a semana passada, quando ocorreu o deslizamento de terra às margens do rio Itajaí-Açu, em frente à empresa Realce Etiquetas, a equipe da secretaria de Obras de Gaspar trabalha para conter o processo erosivo. Hoje, são três máquinas retroescavadeiras e 10 caminhões-caçambas operando no local. De acordo com o superintendente de Defesa Civil de Gaspar, Evandro de Melo do Amaral, até a terça-feira (25) já haviam sido colocados no local do deslizamento 13 mil m³ de pedras, que equivale a 1.100 caminhões. "Este material já quase sumiu todo, provando que o solo é extremamente instável e argiloso no local. Este processo, chamado de enrocamento, será feito até encontrar o solo resistente", explica o superintendente. O deslizamento, entretanto, segundo Evandro, já foi estabilizado. "Vale ressaltar que esta é apenas uma obra emergencial, para conter o deslizamento. A obra de recuperação serp amuito mais complexa e, para executá-la, dependeremos de recursos estaduais e federais", afirma. Para elaborar o projeto, vários dados e análises estão sendo feitos. No sábado (22), foi feita a batimetria no local, para saber as características do relevo. No dia 2 de julho, o superintendente, acompanhado do prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall, viajarão a Brasília, onde possuem agenda com representantes da Defesa Civil.

Enquanto as obras estiverem sendo realizadas, o superintendente afirma que a interdição total da rua Anfilóquio Nunes Pires será mantida. A medida foi adotada pela prefeitura para não agravar a situação e garantir a segurança dos motoristas. "Pedimos a compreensão de todos", ressalta Evandro. 


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |